Grupo Sousa aposta na sustentabilidade ambiental

O grupo investiu “na aplicação de um esquema inovador de pintura do casco em silicone (HEMPAGUARD X7 – produto sem compostos organoestânicos, atuando como biocidas e em conformidade com a International Convention on the Control of Harmful Antifouling Systems on Ships, adotada pela IMO em Outubro de 2001), que serve de defesa contra incrustações, solução que proporciona também uma grande redução do atrito do casco do navio na água, associando a proteção do ambiente marinho à diminuição das emissões de gases poluentes para a atmosfera (CO2, NOx, SOx e Partículas)”.

O Grupo Sousa aposta na sustentabilidade ambiental do seu ferry ‘Lobo Marinho’. Durante a habitual manutenção da embarcação, que assegura as deslocações entre a Madeira e o Porto Santo, foram implementadas soluções que aumentaram a proteção do ambiente e ainda a redução de emissões.

O grupo empresarial sublinha que durante esta manutenção anual para certificação das condições técnicas e de segurança, “foi além das exigentes” normas internacionais, tendo investido “na aplicação de um esquema inovador de pintura do casco em silicone (HEMPAGUARD X7 – produto sem compostos organoestânicos, atuando como biocidas e em conformidade com a International Convention on the Control of Harmful Antifouling Systems
on Ships, adotada pela IMO em Outubro de 2001), que serve de defesa contra incrustações, solução que proporciona
também uma grande redução do atrito do casco do navio na água, associando a proteção do ambiente marinho à
diminuição das emissões de gases poluentes para a atmosfera (CO2, NOx, SOx e Partículas)”.

A intervenção no ‘Lobo Marinho’ foi realizado no estaleiro “West Sea”, em Viana do Castelo, que atingiu os 1,5 milhões de Euros.

Recomendadas

Madeira: Banco de Fomento promove webinar sobre soluções de capitalização

O Banco Português de Fomento promove esta quarta-feira um webinar sobre soluções de capitalização para apoiar as empresas da Madeira. A sessão inicia-se às 15h00. O evento é promovido em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Empresarial da Região Autónoma da Madeira (IDE), e pretende “dar a conhecer os instrumentos financeiros de capital, operacionalizados pelo Banco […]

Madeira administra mais 9.723 vacinas contra a covid-19

Já foram administradas na Madeira 69.737 vacinas contra o coronavírus. 50.269 correspondiam à primeira dose e 19.468 à segunda dose. Isto equivale a 19,8% e 7,7% de pessoas vacinadas.

“A EEM sempre apostou na maximização da produção de energia renovável”

A Empresa de Eletricidade da Madeira diz ainda que a componente da autoprodução é “uma parte da solução” de maximização da produção de eletricidade de origem renovável, proporcionando mais valias para os autoprodutores e uma redução da dependência energética do exterior”, referindo-se ao regime jurídico relativo ao autoconsumo de energia renovável.
Comentários