PremiumGuestReady gere alojamentos no valor de 51 milhões em Portugal

Empresa de gestão de alojamentos locais gere imóveis avaliados em mais de mil milhões de euros. É preciso pensar em grande”, diz o fundador.

A funcionar em Portugal há apenas um ano, o grupo GuestReady anunciou os primeiros resultados e o destaque recai sobre os cerca de 51 milhões de euros em propriedades geridas no nosso país, fruto do trabalho de uma equipa de 30 pessoas.

Com Portugal no top dos mercados com maior crescimento, a especialista na gestão de arrendamentos de curta-duração e fornecedora de serviços que vão da criação de anúncios até à comunicação com os hóspedes, limpeza, entrega de chaves e otimização de preços, está hoje no Reino Unido, França, Portugal, Emirados Árabes Unidos, Malásia e Hong Kong, graças ao plano ambicioso traçado em 2016 por Alexander Limpert.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Relacionadas

Alojamento Local: GuestReady gere 51 milhões de euros em propriedades em Portugal

Em três anos, a GuestReady foi de zero a cerca de mil milhões de euros em imobiliário gerido em vários países.

GuestReady adquire BnbLord e torna-se gigante europeu na gestão de alojamento local

A empresa torna-se agora responsável por gerir mais de duas mil propriedades na Europa.
Recomendadas

Brexit: Apoios de contingência às empresas foram pouco utilizados

Os apoios às empresas previstos no plano de contingência do Governo português para o ‘Brexit’ foram pouco utilizados, mas o executivo vai voltar a alertar para a necessidade de preparação.

Sonae Capital compra seis centrais de cogeração em Espanha

A Sonae Capital adquiriu à Ignis Capital seis centrais de cogeração localizadas em Espanha, nas regiões da Catalunha, Aragon e Castilla y Leon. Pagou 75 milhões de euros.A operação tem um valor de 75 milhões de euros,

Fitch mantém rating da dívida sénior de longo prazo da CGD

A Fitch manteve o ‘rating’ da dívida sénior de longo prazo da Caixa Geral de Depósitos (CGD) e reduziu a perspetiva de estável para negativa devido ao impacto da pandemia covid-19, segundo comunicado do banco ao mercado.
Comentários