Há vida além da bitcoin. Conheça as moedas virtuais concorrentes

Criptomoedas… Há muitas. É dinheiro digital que pode entrar ou sair dos seus bolsos através de moedas virtuais –dinheiro virtual que é utilizado para diversos tipos de transações ou de ‘tokens’ – que representam ativos ou algo que tenha um valor específico atribuído. Aqui apresentamos as principais concorrentes à mãe das moedas virtuais.

Criptomoedas… Há muitas. É dinheiro digital/virtual que pode entrar ou sair dos seus bolsos através de moedas virtuais –dinheiro virtual que é utilizado para diversos tipos de transações ou de ‘tokens’ – que representam ativos ou algo que tenha um valor específico atribuído. Trata-se de ferramentas distintas mas ambas operam através da tecnologia blockchain, a base de dados descentralizada (ou livro digital de registos e transações impossível de apagar). Além da “mãe” Bitcoin há nomes que já têm vindo a fazer parte deste léxico como a Litecoin, a XRP, a Therer, a Ether. Há, aliás, uma que tem um rosto de um cão e nasceu de uma piada. Conheça as principais (e note que existem muitas mais, como a Stellar, a Cardano, etc.

Recomendadas

O perfil do investidor português

Estudo da CMVM traçou o perfil do investidor português. É homem, tem ações, e não gosta de ser enganado.

Tudo o que precisa de saber para investir em ações

O investimento não é imune ao risco, mas pode-se mitigá-lo. Dos fundos à plataformas online, investir em ações pode ser para todos.

BPI vence Prémio Cinco Estrelas na categoria de Banca Digital

O BPI é líder na penetração do homebanking, com quase metade dos seus clientes particulares a serem utilizadores deste canal. O mesmo acontece no caso dos clientes empresariais, em que 84,5% usam os canais digitais do Banco. Isto segundo o estudo BASEF Banca relativo ao período de fevereiro a agosto de 2018.
Comentários