“Hive”, o projeto piloto que a mytaxi lança em Lisboa

Com a aposta nesta nova forma de mobilidade, a mytaxi pretende também olhar para uma nova forma de conectar dois negócios, tendo o objetivo de facilitar aos utilizadores a escolha entre os serviços, com a opção de posteriormente integrar o serviço das E-scooters na aplicação da mytaxi.

A mytaxi lançou esta terça-feira, em Lisboa, o seu projeto piloto “Hive”. Uma nova modalidade de mobilidade no âmbito do serviço “E-Scooter”, que consiste na disponibilização de trotinetes elétricas na cidade de Lisboa, fez saber a plataforma de transporte que liga táxis a passageiros.

“A partir de hoje, centenas de trotinetes elétricas estarão disponíveis na cidade. O plano passa por fazer crescer a frota de forma dinâmica durante o período em que decorre o projeto piloto. Com a hive, a mytaxi pretende contribuir para melhorar a mobilidade urbana em Lisboa. Para isso, ao longo dos últimos meses a mytaxi tem vindo a trabalhar em estreita colaboração com a cidade de Lisboa, com o objetivo de preparar um lançamento que sirva as necessidades e da comunidade da cidade de Lisboa”, explica a empresa em comunicado.

Para o presidente executivo da mytaxi, Eckart Diepenhorst, a capital portuguesa foi a escolhida para testar o projeto por tratar-se “do local perfeito para começar o projeto E-scooters hive”.

“Para a mytaxi, as E-Scooters são um complemento perfeito para o nosso negócio do táxi já existente, uma vez que podem ser utilizadas ​​principalmente para passeios curtos de cerca de um a dois quilómetros”, salienta o CEO da mytaxi, que considera as trotinetes elétricas hive “uma mais-valia muito econlógica e sustentável ao mix da mobilidade”.

O facto de Lisboa ter sido o local escolhido para lançar o projeto piloto deve-se, de acordo com Diepenhorst, às “conversações muito colaborativas e construtivas com a cidade”, sendo o vereador da Mobilidade da Câmara Municipal de Lisboa, Miguel Gaspar, figura saudada no mesmo comunicado.

Com a aposta nesta nova forma de mobilidade, a mytaxi pretende porcura uma nova forma de conectar dois negócios, tendo o objetivo de facilitar aos utilizadores a escolha entre os serviços, com a opção de posteriormente integrar o serviço E-scooters na aplicação da mytaxi.

Como utilizar o serviço?
Para utilizar as trotinetes elétricas, os clientes têm apenas de fazer o download gratuito na App Store ou no Google Play Store, e utilizar a aplicação para encontrar e desbloquear as E-scooters “hive”. Depois de utilizar, para bloquear a trotinete “hive” os clientes devem voltar a usar a app. Será cobrada uma tarifa fixa de um euro por viagem, bem como 0,15 euros por cada minuto de utilização. As “hive” atingem uma velocidade máxima de 24 km/h.

Ler mais
Recomendadas

BES. Solução para sucursais exteriores pode abranger cerca de 300 pessoas

Em declarações à Lusa, António Borges, presidente da direção da entidade, congratulou-se por, “finalmente, o Governo ter enquadrado os restantes lesados numa solução”, depois de um comunicado do gabinete do primeiro-ministro ter revelado que o Governo propôs às associações de lesados das sucursais exteriores do BES uma solução semelhante à do Banif, que prevê a delimitação de lesados não qualificados com vista à criação de fundo de recuperação.

Programa de aceleração de ‘startups’ de restauração anuncia hoje os dois projetos vencedores

É a primeira edição do novo programa de aceleração da responsabilidade da Startup Lisboa, que contou com a participação de 22 concorrentes, no segmento ‘tech’ e não ‘tech’.

BPI vai sair de bolsa a 1,47 euros, dois cêntimos acima da proposta do CaixaBank

CaixaBank vai pagar 1,47 euros por cada ação aos acionistas do BPI. Nos próximos três meses haverá uma ordem permanente de compra, permitindo aos acionistas do BPI venderem as suas ações ao grupo bancário espanhol.
Comentários