Hoje há ‘Jogo Económico’. ‘Dragões’ gastadores, ‘águias’ vendedoras e ‘leões’ desfalcados. Que comprou melhor no mercado?

Qual o plantel mais preparado para atacar o título? E qual é o elenco que mais lacunas apresenta? Saiba quem está na linha da frente para atacar o título nacional e como pode o Sporting CP erguer-se apesar da turbulência sentida no fecho do mercado de transferências.

Está fechado o mercado de transferências de verão. Foi neste período que se bateu o recorde de vendas de um jogador em Portugal, em que um clube fez quase 190 milhões de euros em vendas de ativos e onde um outro emblema vendeu três titulares em poucos dias e ficou sem treinador.

Entre os ‘grandes’, foram feitas vendas de 325 milhões e gastos de 127 milhões em atletas.

Qual o plantel mais preparado para atacar o título? E qual é o elenco que mais lacunas apresenta?

Veja esta sexta-feira, às 20h00, o debate entre o consultor e advogado Luís Miguel Henrique e o jornalista João Marcelino sobre quem está na linha da frente para atacar o título nacional. Conheça ainda em detalhe como fica o Sporting CP depois de um fecho de mercado turbulento onde o clube ficou sem o treinador que ocupava o lugar desde novembro de 2018.

Se perdeu o programa da semana passada, veja aqui a entrevista a Adrien Bouchet, ex-senior manager da NFL e antigo diretor dos Miami Dolphins, que suscitou o debate sobre as diferenças dos modelos de negócio nos Estados Unidos da América e em Portugal, com João Marcelino e Luís Miguel Henrique.

Relacionadas

SL Benfica: vendas de 190 milhões num mercado de tração ‘à frente’

Os ‘encarnados’ chegam ao fim do mercado de verão com um valor avultado de vendas, possibilitado pela maior transação alguma vez efetuada por um clube português.

Sporting: vender titulares para manter a estrela

O clube de Alvalade foi o que mais se movimentou no último dia de mercado. Três titulares deixaram 40 milhões nos cofres do Sporting.

FC Porto: investimento mais avultado sem ‘Champions’ à vista

‘Dragões’ colocaram todas as fichas no ataque à Liga dos Campeões com um investimento de 60 milhões de euros. Com esse objetivo falhado, resta o ataque à Liga portuguesa.
Recomendadas

Covid-19: Coreia do Sul adia Campeonato do Mundo de Ténis de Mesa por equipas

A competição, originalmente marcada para 22 a 29 de março, foi remarcada de 21 a 28 de junho, de acordo com um cronograma ainda provisório, informou a Federação Internacional de Ténis de Mesa (ITTF) em comunicado.

FIFA procura mil milhões de dólares para organizar Mundial de Clubes em 2021

No mês passado, deslocaram-se a Zurique representantes de clubes europeus, como o Liverpool, a Juventus e o Barcelona, na qual foi discutida a criação de uma ‘joint-venture’ entre a FIFA e a Associação Europeia de Clubes. A intenção deverá ter sido a elevar o estatuto na competição dos clubes que são membros da Associação, acima do estatuto de equipas que são membros de outras cinco confederações regionais.

Discriminação de género: futebolistas da seleção feminina dos EUA exigem 60,7 milhões de euros

As jogadoras da seleção feminina de futebol deram entrada com um processo contra a US Soccer, a federação do futebol dos EUA, acusando o organismo de negociar os contratos com a seleção masculina de forma diferente face à seleção feminina.
Comentários