Hoje há ‘Jogo Económico’. Hóquei em Patins: quanto vale uma modalidade campeã do mundo?

No Jogo Económico desta semana, que será emitido esta sexta-feira às 20h00 no site do Jornal Económico e nas redes sociais, vamos olhar para a face económica do hóquei em patins, quanto vale o nosso campeonato e o que faz com que tantos craques internacionais escolham Portugal como destino de carreira.

Portugal sagrou-se em julho campeão mundial de hóquei em patins, 16 anos depois da última conquista, ao vencer a Argentina, por 2-1, no desempate por grandes penalidades, na Catalunha.

A formação das ‘quinas’ conquistou o 16.º título mundial, menos um do que a recordista Espanha, reconquistando um título que lhe fugia desde 2003, em Oliveira de Azeméis.

Fora de Portugal, a ‘equipa das quinas’ não vencia um título desde 1993, sendo que, em Espanha, apenas se tinha sagrado mundial uma vez, em 1960.

No Jogo Económico desta semana, que será emitido esta sexta-feira às 20h00 no site do Jornal Económico e nas redes sociais, vamos olhar para a face económica do hóquei em patins, quanto vale o nosso campeonato e o que faz com que tantos craques internacionais escolham Portugal como destino de carreira.

Luís Sénica, antigo selecionador nacional de hóquei em patins e presidente da Federação de Patinagem de Portugal, é o convidado desta edição.

Se perdeu o último programa, veja aqui qual o potencial económico dos e-sports:

Recomendadas

PremiumFC Porto chega ao clássico na Luz ensombrado pelo adeus à Champions

Derrota com o Krasnodar atirou o conjunto portista para “uma situação financeira muito complicada”, a que se juntou uma nova derrota na Liga. ‘Dragões’ chegam ao clássico mais pressionados, mas Sérgio Conceição “não parece” ter o lugar em risco.

“Brexit vai ter um impacto importante no golfe em Portugal”

Está calculado o impacto do Brexit no golfe em Portugal? Carlos Cortês, diretor do Conselho Nacional da Indústria do Golfe, considera que está preocupado porque o Brexit vai ter impacto na valorização da libra.

“Jonas? Só ter rendido dois milhões de euros é estranho”

Na última edição do Jogo Económico, João Marcelino analisou o facto de Jonas apenas ter rendido cerca de 2 milhões de euros ao longo da sua carreira.
Comentários