Holandesa Heineken renova patrocínio com a Liga Europa até 2024

A marca de cerveja holandesa fechou o acordo com a UEFA, tornando-se no principal patrocínio das três competições oficiais da UEFA (Liga dos Campeões, Liga Europa e Euro Cup).

A Heineken substitui a Amstel no patrocínio à segunda principal competição internacional de clubes de futebol, a Liga Europa, num acordo avaliado em 10 milhões de euros com validade até 2024, segundo o portal “Palco23”.

O acordo entre a marca holandesa de cerveja e a Liga Europa é o mais longo da competição, e é também o mais valioso em termos monetários (10 milhões de euros), de acordo com as informações da “Sport Business”.

A Heineken estreou-se como patrocinador da Liga Europa na temporada de 2015/16 com um contrato de três temporadas, que foi renovado no final da temporada 2017/18. Desde então, o patrocínio estava ao encargo da Amstel, enquanto a Heineken operava na Liga dos Campeões. Após a renovação, a Heineken 0,0% (cerveja sem álcool) será a patrocinadora das duas principais competições de clubes da UEFA.

A Amstel desaparecerá nas próximas semanas, apesar de continuar presente nas plataformas digitais nos mercados em que tem maior impacto, como o espanhol. Enquanto isso, a Heineken terá exposição em canais digitais, estádios através de luzes LED, placares de vídeo e outras plataformas.

A cervejeira está associada à Liga dos Campeões desde 1994 e também renovou o contrato para esta competição até 2023/24. A relação com a UEFA vai mais além, já que também é um dos patrocinadores oficiais da Euro Cup (a nova competição de clubes da UEFA), que começa já na próxima temporada, também o aqui o acordo será válido até 2024.

Recomendadas

Estádio do Dragão poderá receber adeptos nos jogos da Liga dos Campeões, anuncia UEFA

De acordo com a UEFA, o teste efetuado na final da Supertaça europeia, em Budapeste, a 24 de setembro, convenceu a entidade que rege o futebol europeu a avançar com a permissão de que os estádios possam receber até 30% da lotação total.

Figo discute com deputado espanhol no Twitter. “Paguei mais ao Fisco a dormir que tu acordado”

Na rede social, Luís Figo acusou o deputado do ERC Gabriel Rufián de falta de seriedade e de não apresentar propostas. O político respondeu ao lembrar que Figo foi apanhado pelo Fisco, em 2012. O português foi condenado a pagar 2,4 milhões de euros ao Fisco espanhol, por rendimentos obtidos, mas não declarados, em 1997, em 1998 e em 1999.

Vitória de Guimarães vai ter maioria da SAD após acordo com Mário Ferreira

Num comunicado publicado no sítio oficial, o clube minhoto refere que “formalizou um contrato com a Mário Andrade Ferreira, S.A.” para “adquirir, de modo faseado”, até 31 de março de 2022, a “totalidade das ações representativas do capital social da Vitória Sport Clube – Futebol SAD”, por um preço total de 6,5 milhões de euros.
Comentários