IEFP: Pagamento a patrões vai precisar de autorização do estagiário

Novas regras para os estágios profissionais poderão estar a ser preparadas depois de denúncias de fraude. Medidas visam combater casos em as entidades empregadoras obrigariam estagiários a devolverem parte do salário.

Hugo Correia/Reuters

O pagamento das bolsas referentes a estágios profissionais do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) às entidades empregadoras vai ter de ser autorizada pelo estagiário. O aval será dado através de um questionário sobre cumprimento do contrato pelo patrão, sendo que o objetivo do IEFP é apertar as regras para evitar situações de fraude, como noticia esta quinta-feira o “Jornal de Notícias”.

Segundo fonte do IEFP, a medida está a ser estudada e vai incluir um maior acompanhamento aos estagiários, em todas as fases do processo. Esse acompanhamento será feito por técnicos do instituto, que estarão especialmente atentos a casos em que o questionário não seja devolvido. Também estes vão ficar responsáveis pelo relatório final de avaliação, sem que seja necessária intervenção da entidade patronal, escreve o JN.

A proposta segue-se às notícias de ontem de que o IEFP está a fazer uma auditoria sobre o respeito das normas dos estágios pelas empresas empregadoras. Nove mil estagiários foram contactados pelo IEFP até dezembro de 2016, depois de alguns estagiários terem feito denúncias, apenas oito casos chegaram ao ministério Público.

Relacionadas

Estágios profissionais: Ministério Público investiga denúncias

Algumas entidades empregadoras foram acusadas de fraude, depois de obrigarem vários estagiários a devolverem parte do salário.
Recomendadas

Mestrados de Finanças e Gestão da Nova SBE integram top 50 do mundo

A escola de Daniel Traça obtém ainda um 16º. lugar com o mestrado em Gestão Internacional da Aliança CEMS, que integra com 32 escolas de gestão. No QS World University Ranking 2021 figuram também mestrados da Católica-Lisboa, Faculdade de Economia do Porto e ISCTE-IUL.
Foto: European Inventor Award 2016

Portuguesa Elvira Fortunato vence Horizon Impact Award 2020

A inovação da cientista e Vice-reitora da Universidade Nova de Lisboa permitiu desenvolver o primeiro écran produzido com materiais sustentáveis, já comercializado por diversas empresas.

Politécnico de Viana do Castelo adia início do ano letivo

O arranque do ano letivo 2020/2021 estava inicialmente marcado para a próxima segunda-feira, mas só vai começar a 6 de outubro.
Comentários