IGCP volta hoje ao mercado com dois leilões entre 1.000 e 1.250 milhões de euros

A entidade já tem previsto mais dois leilões, um no dia 19 de maio, para entre 1.500 milhões de euros e 1.750 milhões de euros e outro no dia 16 de junho, com um montante previsto entre 1.000 milhões de euros e 1.250 milhões de euros, de acordo com informação no ‘site’ do IGCP.

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública – IGCP realiza hoje dois leilões de Bilhetes do Tesouro (BT), para arrecadar entre 1.000 milhões de euros e 1.250 milhões de euros.

“O IGCP, E.P.E. vai realizar no próximo dia 21 de abril pelas 10:30 horas dois leilões das linhas de BT com maturidades em 16 de julho de 2021 e 18 de março de 2022, com um montante indicativo global entre 1.000 milhões de euros e 1.250 milhões de euros”, lê-se num comunicado divulgado em 16 de abril.

A entidade já tem previsto mais dois leilões, um no dia 19 de maio, para entre 1.500 milhões de euros e 1.750 milhões de euros e outro no dia 16 de junho, com um montante previsto entre 1.000 milhões de euros e 1.250 milhões de euros, de acordo com informação no ‘site’ do IGCP.

Em 07 de abril, Portugal colocou 4.000 milhões de euros numa emissão sindicada a dez anos com uma taxa de 0,3%, a “mais baixa de sempre” para uma operação deste género, adiantou o IGCP, em comunicado, nesse dia.

Na mesma nota, o IGCP disse que a República Portuguesa “regressou ao mercado de dívida de médio e longo prazo com uma emissão sindicada de quatro mil milhões de euros do novo ‘benchmark’ a 10 anos” e uma taxa do cupão de 0,3% “com maturidade a 17 de outubro de 2031”.

“Esta é a segunda operação sindicada emitida pela República Portuguesa este ano, depois do lançamento bem-sucedido de 3.000 milhões de euros” a 30 anos, em fevereiro, recordou a entidade liderada por Cristina Casalinho.

A nova emissão com maturidade a 17 de outubro de 2031 registou “o cupão mais baixo de sempre” para uma operação deste género, disse o IGCP.

A procura foi de 32 mil milhões de euros, disse o IGCP, bem acima dos 4.000 milhões de euros que foram colocados.

Ler mais

Recomendadas

Confederação do Turismo: abertura do corredor turístico com Reino Unido é “ótima notícia”

Questionado se está preocupado que a forte afluência de turistas nesta fase possa fazer aumentar o número de novas infeções por covid-19, o presidente da CTP afirmou que não, sustentando que tal se deve ao facto de “todos os turistas, sem exceção,” terem de apresentar “um teste negativo realizado nas 48 horas anteriores” a desembarcarem em qualquer um dos aeroportos nacionais.

Portugal recebe 55,5 milhões de euros de Fundo de Solidariedade da UE após novo aval do PE

Em causa está um ‘bolo’ total de 484,2 milhões de euros do Fundo de Solidariedade da União Europeia para ajudar regiões europeias atingidas por catástrofes, dos quais 397,5 milhões de euros se destinam a 17 países da UE e três países candidatos para enfrentarem a Covid-19.

Merlin vai investir 150 milhões de euros na plataforma logística de Castanheira do Ribatejo

Na cerimónia de inauguração deste emprendimento logístico, que contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, Alberto Mesquita, o CEO da Merlin Properties revelou que o grupo dispõe de um total de ativos sob gestão que já ascendem a cerca de 12 mil milhões de euros, gerando um rendimento anual de cerca de 500 milhões de euros
Comentários