Inapa finaliza compra da Papyrus e torna-se no “principal distribuidor de papel na Europa Ociendal”

A Inapa explica que com a aquisição da Papyrus Deutschland vai aumentar “o volume de faturação do Grupo em mais de 50%, tornando-o assim no principal distribuidor de papel da Europa Ocidental”.

A Inapa comunicou esta quinta-feira à Comissão do Mercado dos Valores Mobiliários (CMVM) a aquisição da empresa alemã Papyrus. Os valores do negócio não foram detalhados.

“A Inapa e a OptiGroup AB concluíram hoje a aquisição pela Inapa da Papyris Deutschland Gmbh & Co KG, empresa dedicada à distribuição de papel para os semgneots gráfico e de escritório na Alemana”, lê-se na nota.

Chega assim ao fim um processo que demorou cerca de dez meses, quando a Inapa anunciou, em outubro de 2018, ter assinado um acordo de aquisição de ações com sueca OptiGroup AB para comprar a empresa alemã Papyrus Deutschland.

Mas a Autoridade da Concorrência alemã tinha de aprovar a aquisição da Papyrus Deutschland pela Inapa, algo que a empresa liderada por Diogo Rezende previa que ocorresse até dezembro de 2018, o que só aconteceu na semana passada.

A empresa portuguesa, liderada por Diogo Rezende, explica que “esta operação reforçará a posição da Inapa no mercado, aumentando o volume de faturação do Grupo em mais de 50%, tornando-o assim no principal distribuidor de papel da Europa Ocidental”.

Com esta operação, Inapa vai combinar os negócios da Papyrus com as da sua subsidiária alemã, Paper Union. Em conjunto, estas duas últimas empresas faturaram quase 950 milhões de euros no ano passado.

Esta operação é aprovada depois de a Inapa ter anunciado, em abril, que tinha passado de 200 mil euros de lucros em 2017 para prejuízos de 3,6 milhões de euros em 2018, e após novos órgãos sociais terem sido aprovados em maio. Por proposta da Parpública (sociedade gestora  das empresas públicas do Estado) e do BCP, Diogo Rezende foi reconduzido como presidente do conselho de administração.

Compra da Papyrus Deutschland pela Inapa aprovada pela autoridade da concorrência alemã

(atualizada às 17h48)

Ler mais
Relacionadas

Compra da Papyrus Deutschland pela Inapa aprovada pela autoridade da concorrência alemã

A Inapa fez saber que pretende “combinar os negócios da , que faturou 569 milhões de euros em 2018, com os da sua subsidiária alemã Papier Union, que realizou um volume de negócios de 380 milhões de euros no mesmo período”.
Recomendadas

Portugal quer garantir “corredor aéreo” para turismo britânico

No ano passado, mais de 16 milhões de turistas internacionais chegaram a Portugal, sendo que do total deste valor, 20% eram cidadãos do Reino Unido.

Costa avisa Comissão Executiva da TAP que plano de rotas “não tem credibilidade”

O primeiro-ministro afirmou hoje que a Comissão Executiva da TAP tem o dever legal de “gestão prudente” e “não tem credibilidade” um plano de rotas sem prévia informação sobre a estratégia de reabertura de fronteiras de Portugal.

Presidente do Novo Banco sobre ida ao Parlamento: “Será uma audição curiosa”

“Como nem os bónus foram pagos nem os aumentos [salariais da administração] existiram, será uma audição curiosa”, reagiu António Ramalho depois do Parlamento ter aprovado por unanimidade a sua audição.
Comentários