Indico Capital captou 1,1 milhões de euros para a EatTasty com assessoria da Cuatrecasas

A Cuatrecasas assessorou a Indico Capital Partners no fecho de uma ronda de investimento seed (fase inicial) para a startup EatTasty, no valor de 1,1 milhões de euros.

Este montante vai ajudar a empresa portuguesa, que detém uma plataforma online de confecção e entrega de almoços caseiros no local de trabalho, a consolidar a presença noutras cidades espanholas, depois de um lançamento bem-sucedido em Madrid e também em Lisboa.

A assessoria jurídica incluiu a transformação da startup em sociedade anónima, um aumento de capital precedente e um aumento de capital subsequente com prestações suplementares de capital. Além disso, a Cuatrecasas elaborou o contrato de investimento e acordo de accionistas, que foi usado para formalizar a ronda de investimento.

Da parte da Cuatrecasas participou uma equipa multidisciplinar coordenada pelo sócio Vasco Bivar de Azevedo, da área de Societário e M&A, e especializado em Venture Capital. Entre os advogados contam-se também Francisco Martins Caetano e João Stock da Cunha, associados da área de Societário e M&A, Sónia Queiróz Vaz, coordenadora da área de Propriedade Intelectual, Rita Galvão de Rezende, associada da mesma área, e Liliana Almeida de Moura, associada da área de Laboral.

O modelo de negócio da EatTasty assenta na contratação de restaurantes cujas cozinhas estejam em subutilização para, antes da hora de começar a servir os próprios clientes, confeccionarem refeições com ingredientes frescos, do próprio dia, que são depois entregues nos locais mais próximos, nomeadamente escritórios, mediante a utilização de uma aplicação. As encomendas podem ser feitas até às 12h00.

Nesta ronda de investimento, que foi liderada pela Indico, participaram também a Ibersol, um dos principais retalhistas de “comida rápida” da Península Ibérica, e os business angels Shilling Capital Partners, Singularity Capital e Olisipo Way, entre outros.

 

Ler mais
Recomendadas

PremiumAntónio Andrade: “O Tribunal Unificado de Patentes pode ser muito negativo para as PME”

António Andrade, sócio da Abreu, explica a importância da proteção de patentes na indústria farmacêutica.

PremiumComo a transformação digital está a mudar os negócios

Para Sam Balaji, líder global de consultoria da Deloitte, há “grandes oportunidades” para Portugal no setor da transformação digital. Finanças, Energia, Retalho e Distribuição são os setores que mais investem.

PremiumPME terão mais uma forma de financiamento

Advogado Gustavo Ordonhas Oliveira diz que já há interessados em criar fundos de crédito, inclusive gestoras de fundos de capital de risco.
Comentários