Irão nega EUA e diz que não foi o autor do ataque às instalações de petróleo sauditas

O ataque já foi reivindicado pelo grupo Houthi, do Iémen e que é pró-Irão. A Guarda Revolucionária iraniana diz-se pronta para a guerra e que as bases norte-americanas e porta-aviões estão a dois mil quilómetros de distância.

O Irão negou este domingo as acusações norte-americanas de que estaria por trás do ataque às instalações petrolíferas sauditas e avisou as bases e os porta-aviões norte-americanos presentes na região, noticia a “Agência Reuters”.

O ataque já foi reivindicado pelo grupo Houthi, do Iémen e que é pró-Irão, mas o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, acusou o Irão.

O porta-voz dos Negócios Estrangeiros do Irão, Abbas Mousavi, disse que as acusações norte-americanas são “infundadas”. Um comandante da Guarda Revolucionária iraniana avisou que a República Islâmica está pronta para a guerra.

Outro comandante revelou ainda que as bases e os porta-aviões norte-americanos se encontram a dois mil quilómetros do Irão e que estão no perímetro dos mísseis iranianos.

No sábado, drones atacaram instalações petrolíferas sauditas, incluindo a segunda maior refinaria do mundo, da Saudi Aramco, a empresa petrolífera estatal da Arábia Saudita. O ataque prejudicou 50% da produção de petróleo da Arábia Saudita, que é o maior exportador de “ouro negro” do mundo.

Horas após o ataque, a Saudi Aramco disse que o ataque cortou a produção em 5,7 milhões de barris de petróleo por dia e não deu um prazo para repor a produção. No entanto, uma fonte revelou àquela agência noticiosa que a reposição da normalidade nas instalações afetadas poderá demorar semanas.

Os analistas de mercado antecipam que o barril de petróleo possa subir até aos 100 dólares se o reinado saudita não repor a produção.

Ler mais
Relacionadas

Tem carro a gasóleo? Vem aí novo aumento na próxima semana

Já a gasolina vai sofrer uma descida pela segunda semana consecutiva.

À procura de petróleo. Trump abre área protegida no Ártico para perfurar

A Liga para a proteção da vida selvagem no Alasca garantiu que a notícia não é surpresa para ninguém mas que “a administração escolheu a alternativa mais agressiva de leasing, sem fingir que é para proteção ou restrição”.
Recomendadas

Rendas congeladas por cinco anos em Berlim para combater ‘boom’ imobiliário

O acordo entre os sociais-democratas do SPD, os Verdes e o Partido de Esquerda (Die Linke) permitem que o presidente da Câmara de Berlim, Michael Mueller, coloque o plano em vigor já no primeiro trimestre de 2020, após aprovação autárquica.

Restos mortais do ditador espanhol Francisco Franco trasladados na quinta-feira

Os restos mortais do ditador espanhol Francisco Franco serão trasladados na quinta-feira da Basílica do Vale dos Caídos, em Madrid, para o cemitério Pardo, nos subúrbios da capital espanhola, anunciou hoje o Governo.

Equipa de resgate procura quatro espeleólogos portugueses em gruta espanhola

Uma equipa de resgate foi acionada para localizar quatro espeleólogos portugueses que estão desde sábado na gruta de Cueto-Coventosa, em Espanha, com os trabalhos de socorro a serem dificultados pelo aumento do nível da água.
Comentários