ISAL estabelece parceria com Instituto Ibero-americano de Compliance

O protocolo de cooperação visa promover a “cooperação científica, tecnológica e cultural entre os centros de investigação das respetivas instituições, nas diferentes áreas de atuação das instituições, nomeadamente, na Gestão, Turismo e Hotelaria, numa ótica de intercâmbio de meios, recursos e internacionalização”, e ainda prevê a “promoção da mobilidade internacional de alunos e docentes de ambas instituições, assim como a organização e lecionação de cursos conjuntos, entre outras propostas”.

O Instituto Superior de Administração e Línguas (ISAL) estabeleceu um protocolo de cooperação com o Instituto Ibero-americano de Compliance (IIAC), que possui sede no Brasil.

O objetivo do protocolo passa por promover a “cooperação científica, tecnológica e cultural entre os centros de investigação das respetivas instituições, nas diferentes áreas de atuação das instituições, nomeadamente, na Gestão, Turismo e Hotelaria, numa ótica de intercâmbio de meios, recursos e internacionalização”, e ainda prevê a “promoção da mobilidade internacional de alunos e docentes de ambas instituições, assim como a organização e lecionação de cursos conjuntos, entre outras propostas”.

Este protocolo “é resultado da parceria internacional desenvolvida com aquela instituição brasileira, para a realização do 1º Congresso Luso-brasileiro de Gestão e Conformidade, que se irá se realizar no ISAL, nos próximos dias 11 e 12 agosto”, refere a instituição de ensino madeirense.

A vice diretora geral do ISAL, Sancha Campanella, sublinha que o protocolo de cooperação será “um importante meio para a disseminação e divulgação dos esforços empregues na realização de investigação e trabalhos académicos”.

Sancha Campanella, Vice Diretora Geral do ISAL, e Fabrizo Bon Vecchio, Administrador do IIAC, vão representar o ISAL e IIAC na assinatura do protocolo.

Já o 1º Congresso Luso-brasileiro de Gestão e Conformidade, terá como objetivo “fomentar a investigação e atualização do pensamento científico sobre a melhores boas práticas de Governança, Compliance e Conformidade, visando a mitigação de riscos, implementação de programas de conformidade e prevenção de crises”, e tem a Ponte Editora como um dos associados, o que vai permitir a publicação de artigos nos seus vários jornais da especialidade.

Ler mais
Recomendadas

Madeira perdeu mil milhões de euros devido à pandemia

A Madeira teve uma quebra de 20% no PIB devido à pandemia, disse o vice-presidente do executivo madeirense.

ARIC critica presidente do Sindicato dos Jornalistas da Madeira sobre a morte da rádio

A ARIC diz que as declarações do presidente do Sindicato dos Jornalistas da Madeira “ferem os jornalistas e radialistas”, acrescentando que as afirmações revelam “um total desconhecimento” da forma como as rádios madeirenses funcionam.

Madeira: Nós Cidadãos quer programa de transformação digital na Educação

O partido defende o acesso a todos os profissionais da educação a um computador em todas as salas de aulas da região. O Nós Cidadãos diz que a acessibilidade digital “continua a ser uma miragem” para muitos alunos na região, e que na educação ter um computador não é um luxo mas um bem necessário.
Comentários