“Isto está a ser transmitido na AR TV? Não era suposto”. Veja o momento insólito na comissão de inquérito à CGD

Questão foi colocada durante a discussão e votação do relatório da CPI à CGD. Reunião decorria em ambiente informal quando um deputado alertou para o facto da transmissão estar a decorrer. Câmaras foram desligadas de imediato. Apesar do pedido, o JE decidiu manter a gravação disponível para os leitores, por se tratar de um tema de interesse público.

A discussão e votação do relatório referente à comissão parlamentar de inquérito à Caixa Geral de Depósitos foi marcada por um momento insólito. A determinada altura, um dos deputados alerta para o facto da reunião estar a ser transmitida através da AR TV. De imediato, foi pedido para desligar as câmaras e apagar a gravação.

Apesar do pedido, o JE decidiu manter a gravação disponível para os leitores, por se tratar de um tema de interesse público.

Veja aqui a gravação da reunião até ao minuto 47:30, altura em que os deputados se apercebem que a sessão está ser transmitida.

 

Recomendadas

PCP identifica seis cadeias de dependência externa que implicam “colonização económica e política”

Turismo, grande distribuição e a aposta no lítio e no hidrogénio não foram esquecidos na análise (muito crítica) que os comunistas fazem à economia portuguesa nas Teses que servirão de base ao XXI Congresso, que decorrerá entre 27 e 29 de novembro.

Hamas e Fatah chegam a acordo para a realização de eleições daqui a seis meses

Depois de 15 anos sem atos eleitorais, na sequência dos confrontos que resultaram da tentativa de coligação em 2006, as duas principais fações palestinianas procuram dar sinais de união numa altura em que o restante mundo árabe parece aberto à normalização dos laços com Israel.

Presidenciais: Paulo Pedroso na “estrutura organizativa” da candidatura de Ana Gomes

O ex-ministro do Trabalho Paulo Pedroso vai integrar a “estrutura organizativa” da candidatura de Ana Gomes a Presidente da República, confirmou hoje a própria numa declaração à agência Lusa.
Comentários