IT People Innovation vai fechar o ano com crescimento de 28% nos efetivos

A empresa de gestão de talento tecnológico cresceu este ano quase um terço, totalizando atualmente 120 colaboradores.

A IT People Innovation, empresa de gestão de talento tecnológico, vai fechar 2018 com uma taxa de crescimento do quadro de pessoal de 28%. O grupo está presente em Lisboa, Covilhã e Porto, onde chegou recentemente, e no Peru, país da América Latina onde se internacionalizou.

“Neste ano que agora termina, o nosso foco estratégico foi a retenção do nosso talento”, explica Rute Santos, head of operations da IT People Innovation. “A par de outras estratégias que já tínhamos implementadas, estamos a consolidar os nossos processos de acompanhamento e desenvolvimento de RH, sendo que a nossa aposta passa por fomentar um ambiente propício ao equilíbrio físico e emocional, que se reflete na produtividade profissional e bem-estar pessoal”, acrescenta.

O IT People Group, fundado em 2008, agrega três empresas: IT People Innovation, a mais antiga, especializada em contratação e alocação de talentos de TI, desenvolvimento de soluções em modelo nearshore e gestão de talento tecnológico, a NextReality, centrada no desenvolvimento de soluções de realidade aumentada e a BigAR, especializada na criação de Apps mobile de Realidade Aumentada para o nicho das TCG (Trading Card Games), através de uma tecnologia de reconhecimento própria.

Recomendadas

Uber lançou em Portugal um novo serviço de entregas entre clientes

Novo serviço da Uber permite aos clientes da Uber enviar entre si artigos através da aplicação móvel, tendo por garantia o transporte do objeto por um motorista da empresa. Uber Connect já está disponível em Lisboa, Porto, Braga, Algarve, Coimbra, Aveiro, Évora e Funchal.

Google processada em 4,5 mil milhões por recolher dados pessoais em modo privado no Chrome

A ação coletiva sugere que milhões de utilizadores do Google que navegam na Internet em modo privado desde o dia 1 junho de 2016, continuam a ser alvo de recolha de informação por parte da tecnológica mesmo sem o seu consentimento

Zoom capitaliza constrangimentos da pandemia e receitas disparam 169%

A tecnológica que disponibiliza um serviço de videoconferência tornou-se na mais recente mina de ouro da internet, depois de milhões de pessoas recorrerem ao Zoom para mitigar o isolamento social em tempos de pandemia. Lucro passou de 198 mil dólares há um ano para 27 milhões de dólares.
Comentários