Itália chega aos 80 mil infetados. Mortes voltam a abrandar pelo segundo dia consecutivo

Depois de uma ligeira subida na terça-feira, o número de mortes em Itália voltou a abrandar pelo segundo dia consecutivo. Proteção Civil italiana dá conta de 8.165 vítimas mortais desde o início do surto em fevereiro.

Os dados divulgados pela Proteção Civil italiana, esta quinta-feira, dão conta de 662 mortes no país nas últimas 24 horas, menos 21 vítimas mortais comparativamente aos últimos dados. A este número junta-se assim à soma total de vitimas mortais que já chega aos 8.165. Itália continua a liderar a tabela de maior número de mortes no mundo causadas pela Covid-19 depois de ter ultrapassado a China na semana passada.

Em termos de número de pacientes infetados, a Proteção Civil regista mais 6.153  casos confirmados elevando para 80.539 o número de casos confirmados desde o início do surto a 21 de fevereiro. Olhando para a tendência de crescimento, estima-se que Itália se torne, também, no país com maior número de infetados já esta sexta-feira.

Apesar de tudo, o número de pacientes que já recuperaram totalmente do vírus mostrou ligeiras subidas. Ontem registavam-se 9.362 casos recuperados e hoje o número chega aos 10.361, o que faz com que o número total de casos ativos seja 62.013.

Desde o início do surto em dezembro, em Wuhan, na China, o novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou 503.274  pessoas em todo o mundo, das quais morreram 22.342, segundo os dados recolhidos esta quarta-feira. Em termos de casos recuperados, a plataforma de estatísticas mundiais, atualizada ao minuto, Worldometers, dá conta de 121.227 pacientes que receberam alta.

 

Recomendadas

Empresa portuguesa desenvolve equipamento para criar quartos de pressão negativa

Tecnologia permite transformar quartos convencionais em quartos de pressão negativa para tratar doentes infectocontagiosos, bem como fazer a purificação do ar eliminando assim os vírus e bactérias e prevenindo a contaminação.

Santander Totta vai passar a pagar aos fornecedores a pronto pagamento

“Esta medida reforça o conjunto de outras que o Santander tem vindo a implementar para apoiar a economia e minimizar os impactos negativos provocados pela Covid-19, com especial foco na tesouraria e liquidez dos seus clientes”, referiu o Santander Totta.

Itália regista 760 óbitos nas últimas 24 horas e um aumento ligeiro no número de casos confirmados

As autoridades de saúde italianas reportaram no relatório desta quinta-feira mais 760 mortes nas últimas 24 horas, mais 33 vítimas mortais do que ontem.
Comentários