Já viu o Jogo Económico? O segredo do sucesso do andebol português

Miguel Laranjeiro, presidente da Federação Portuguesa de Andebol, veio ao programa para debater o estado do andebol português com os comentadores João Marcelino e Leonardo Ralha.

despoO andebol português está a viver uma das melhores fases da sua história. A Seleção portuguesa está a apenas um ponto de atingir a fase final do Europeu de Andebol de 2020 (depois de ganhar à França, terceira classificada do último Mundial e uma das melhores seleções mundiais) e o Sporting CP atingiu, esta temporada, a fase mais avançada que algum clube português conseguiu atingir na Liga dos Campeões da modalidade.

Nesta edição, que foi transmitida no site do ‘Jornal Económico’ e nas redes sociais sexta-feira às 20h00, Miguel Laranjeiro, presidente da Federação Portuguesa de Andebol, veio ao programa para debater o estado do andebol português com os comentadores João Marcelino e Leonardo Ralha.

Para além do andebol, conheça as opiniões dos comentadores residentes relativamente à divulgação da auditoria do Sporting CP assim como a polémica da semana com as declarações do treinador do Marítimo, Petit, sobre os cartões amarelos forçados pelos atletas do clube insular.

Reveja aqui o programa:

Recomendadas

‘Jogo Económico’: Quanto lucra Portugal com a indústria do golfe?

Carlos Cortês, diretor do Conselho Nacional da Indústria do Golfe, é o convidado desta edição do ‘Jogo Económico’, que conta com a presença de João Marcelino e Luís Miguel Henrique.

Ronaldo finalista do prémio de melhor jogador da UEFA, com Messi e Van Dijk

Os vencedores das várias categorias de prémios da UEFA serão anunciados em 29 de agosto, no Mónaco, durante o sorteio da fase de grupos da Liga dos Campeões de 2019/20, na qual o Benfica será a única equipa portuguesa presente.

Rony Lopes: jogador que o Benfica vendeu por 1 milhão chega a Sevilha por 20 milhões

Rony Lopes tem um valor de mercado de 25 milhões de euros segundo o “Transfermarkt”, e uma das curiosidades sobre o português é o facto de nunca ter jogado futebol sénior em Portugal, tendo passado pelas camadas jovens do Sport Lisboa e Benfica, de onde foi vendido por um 1 milhão de euros.
Comentários