JE publica “Quem é Quem no Sector Financeiro” e promove mesa redonda com bancos e fintech

O Quem é Quem no Sector Financeiro contará com um conferência online, que será transmitida na JE TV, com as participações dos líderes de várias instituições financeiras, incluindo bancos tradicionais e novos players digitais. Em debate estarão os desafios da banca no pós-pandemia e o impacto da digitalização.

O Jornal Económico vai publicar no dia 26 de fevereiro a primeira edição do Quem é Quem no Sector Financeiro em Portugal, um anuário sobre as Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras a operar em Portugal.

Este caderno inclui um trabalho de análise sobre os desafios do sector financeiro em 2021, juntamente com uma entrevista com o presidente da Associação Portuguesa de Bancos (APB) e um fórum de líderes que conta com as participações dos CEO dos principais bancos e sociedades financeiras portuguesas. Além dos conteúdos editoriais, que serão produzidos pela redação do Jornal Económico, este anuário inclui uma apresentação das principais instituições financeiras em Portugal, com os respetivos dados operacionais, valências e contatos.

O Quem é Quem contará ainda com uma mesa redonda que será transmitida em streaming na JE TV na semana seguinte, com as participações dos líderes de várias instituições financeiras, incluindo bancos tradicionais e novos players digitais que se têm distinguido pela capacidade de inovação. Em debate estarão os desafios da banca no pós-pandemia e o impacto da digitalização. O programa final desta Mesa Redonda será divulgado em breve.

 

 

 

 

 

 

Ler mais

Recomendadas

CEO do Goldman Sachs anuncia investimento de 156 mil milhões de dólares na sustentabilidade

David Solomon, presidente e CEO da Goldman Sachs, anunciou o progresso anual rumo ao compromisso do banco norte-americano em termos de Sustainable Finance Commitment. O banco norte-americano quer que os EUA regressem ao Acordo de Paris.

PremiumDeco perde ação judicial contra ex-gestores do BES

Era uma mega ação de pedido de indemnização em nome dos pequenos acionistas que foram lesados pelo aumento de capital do antigo BES, mas o Tribunal da Relação manteve a decisão desfavorável à Deco.

“A comissão executiva aprovou dois planos de redução de pessoal”, diz CEO do Santander

Pedro Castro e Almeida, presidente executivo do Banco Santander Totta, respondeu por escrito ao Jornal Económico sobre os resultados anuais de 2020, que caíram 43,9%.
Comentários