PremiumJerónimo Martins vai investir até 750 milhões para ter mais 290 lojas em 2020

Ara, na Colômbia, vai ter mais 130 lojas, e Biedronka, na Polónia, mais 100. Em Portugal, o Pingo Doce vai apostar num novo conceito de loja.

O Grupo Jerónimo Martins (JM) vai investir no presente ano entre 700 e 750 milhões de euros. Grande parte deste montante será para reforçar o plano de expansão das insígnias do grupo retalhista nacional nos três países em que opera, não só no mercado interno, mas também na Polónia e na Colômbia. Outra novidade é o lançamento de um novo conceito de loja do Pingo Doce, centrado na restauração e na comida pronta. O plano de expansão da JM para este ano prevê, entre encerramentos e aberturas, o acréscimo de mais 291 lojas das insígnias do grupo retalhista português. Desta forma, para 2020, estão previstas mais 130 lojas novas da cadeia Ara, na Colômbia; mais 100 da Biedronka e mais 50 da Hebe, na Polónia; mais dez do Pingo Doce e uma do Recheio, em Portugal.

“A rigorosa execução do plano de 2019 fortaleceu as propostas de valor de todas as insígnias, que entraram em 2020 mais competitivas e preparadas para servir os consumidores ao melhor nível. Na Polónia, esperamos que a envolvente económica se mantenha positiva e que a inflação alimentar abrande relativamente à registada na segunda metade de 2019. No setor do retalho alimentar, 2020 é o ano que verá o impacto da fase final de implementação progressiva da lei que impede a abertura de lojas ao domingo, o que corresponde à perda incremental de sete dias de vendas”, salientam os responsáveis da JM.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Relacionadas

Grupo Jerónimo Martins cresceu em vendas, lucros e EBITDA em 2019

Grupo de distribuição liderado por Pedro Soares dos Santos destaca que o EBITDA ultrapassou no ano passado pela primeira vez a barreira dos mil milhões de euros.
Recomendadas

Continente alarga rede de produtores nacionais para assegurar abastecimento

As vendas do Continente de produtos nacionais têm aumentado progressivamente, sendo que no último ano foram adquiridas mais de 92 mil toneladas, que correspondem a frutas e legumes.

Covid-19: Donos do Intermarché vão doar meio milhão de euros a profissionais de saúde

A iniciativa do Grupo Os Mosqueteiros pretende ajudar a suprimir as necessidades dos profissionais da linha da frente no que diz respeito a equipamentos de proteção individual e material médico.

CTT lançam descontos e condições especiais para empresas e clientes particulares

Uma das medidas tomadas pelos Correios é disponibilizar portes gratuitos para todas as compras realizadas na lojas online CTT, até ao final de abril.
Comentários