“Jesus? No Brasil é difícil aceitar o sucesso de um brasileiro, quanto mais de um português”

Bruno Andrade, jornalista brasileiro do Goal.com, analisou no Jogo Económico o impacto de Jorge Jesus e revelou uma conversa que teve com Luisão sobre a forma como é encarado o sucesso do Brasil.

Na última edição do programa ‘Jogo Económico’, que esta semana analisou os cinco meses de Jorge Jesus à frente do Flamengo, o jornalista brasileiro Bruno Andrade reconheceu que os media brasileiros erraram com o treinador português numa primeira análise e que “a imagem que trouxe no começo deste percurso, já foi quebrada”.

Este jornalista da Goal.com, que já acompanha Jorge Jesus desde o primeiro ano como treinador do SL Benfica, justifica esta mudança na análise com o futebol praticado, os resultados conquistados e a reputação internacional que o Flamengo “voltou a ter” com a chegada do técnico, sobretudo em Portugal.

Quando questionado sobre a principal barreira que Jesus teve de enfrentar, Bruno Andrade recorda uma frase de Luisão sobre a forma como é encarado o sucesso no Brasil: “O brasileiro não está preparado para o sucesso dos seus compatriotas, quanto mais de um português”.

Relacionadas

Jorge Jesus está a mudar o futebol brasileiro? Assista ao ‘Jogo Económico’

Cinco meses depois do treinador português ter chegado ao Rio de Janeiro, o Flamengo lidera destacado o Brasileirão e está na final da Taça Libertadores, a Liga dos Campeões da América do Sul. Esta edição conta a presença dos jornalistas brasileiros Bruno Andrade e Cahe Mota.
Recomendadas

Quem quer suceder a Pinto da Costa? FC Porto vai a votos. Assista ao “Jogo Económico”

Nas eleições deste fim-de-semana, Nuno Lobo e José Fernando Rio desafiam o presidente de clube mais titulado do mundo (60 títulos no futebol e mais umas largas centenas nas modalidades) e apresentam-se a escrutínio nos ‘dragões’. Esta sexta-feira, a partir das 19h00, veja as entrevistas aos dois candidatos e a análise dos nossos comentadores.

CMVM levanta suspensão da negociação das ações da SAD do FC Porto

A decisão surge depois de a SAD anunciar o adiamento do reembolso do empréstimo obrigacionista para 2021.

FC Porto adia reembolso do empréstimo obrigacionista até 2021

No comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores de Mobiliários, a SAD azul e branca refere que a decisão foi tomada na Assembleia de Obrigacionistas e “não constitui uma situação de incumprimento das obrigações FC Porto SAD 2017-2020”.
Comentários