João Cotrim Figueiredo eleito presidente da Iniciativa Liberal com 96% dos votos

A candidatura única de João Cotrim Figueiredo para suceder a Carlos Guimarães Pinto na liderança dos liberais conseguiu 118 votos favoráveis, na III Convenção Nacional do Iniciativa Liberal, que decorreu em Pombal.

iniciativa_liberal_joão_cotrim_figueiredo_legislativas
Miguel A. Lopes/Lusa

O deputado único do Iniciativa Liberal (IL), João Cotrim Figueiredo, foi este domingo eleito presidente da Comissão Executiva, na III Convenção Nacional do partido. A candidatura única de João Cotrim Figueiredo para suceder a Carlos Guimarães Pinto na liderança dos liberais conseguiu 181 votos favoráveis (96%).

A nova direção tomou posse na III Convenção Nacional, que decorre em Pombal, no distrito de Leiria, com caras renovadas mas também com vários repetentes. Na Comissão Executiva, mantém-se como vice-presidente executivo João Serrenho e juntam-se três novos vice-presidentes: Ricardo Pais Oliveira, António Costa Amaral e Mónica Coelho. Na secretaria-geral mantém-se Miguel Rangel e para a tesouraria passa Bruno Mourão Martins.

Como vogais foram eleitos Bernardo Blanco, Carla Castro, Catarina Maia, Filipa Osório, João Caetano Dias, João Cascão, Luís Nascimento, Maria Castelo Branco, Mariana Nina, Olga Baptista, Rafael Corte Real e Vicente Ferreira da Silva. Joana Malta Vacas, Pedro Schuller e Sérgio Figueiredo ficam como suplentes da Comissão Executiva.

A lista de João Cotrim Figueiredo foi a única candidata à direção do partido, depois de Carlos Guimarães Pinto ter anunciado no final de outubro que iria abandonar o cargo.

Em entrevista ao Jornal Económico, João Cotrim Figueiredo afirmou que, “num partido de voluntários, há uma exigência muito grande do ponto de vista dos sacrifícios profissionais e pessoais”. “A partir do momento em que o Carlos não foi eleito no Porto era muito difícil, por muito amigo que seja dele, exigir-lhe mais sacrifícios. Foi um ano muito difícil e a muito do que ele fez se deve o que o IL conseguiu em outubro. Levou o partido à costas e temos muita pena de o ver sair da liderança não do partido”, disse.

“Percebemos que tinha de ser uma mudança de ciclo, e a partir do momento em que havia representação parlamentar e interesse mediático maior no Parlamento, a solução só poderia ser esta”, defendeu ao JE o novo presidente do IL.

Ler mais
Recomendadas

André Ventura pede a demissão de Eduardo Cabrita por palavras “gravíssimas”

Para o deputado único do partido recém chegado ao parlamento, as declarações de Eduardo Cabrita foram “gravíssimas e desprovidas de sentido” e recordou que, “num primeiro momento”, o Governo chegou a “negar a veracidade” daquilo que tinha sido referido por André Ventura, ou seja, a aquisição de material de segurança por parte das forças policiais.

Só “por algum ato milagroso” relações serão retomadas entre Livre e Joacine, realça nova direção do partido

“Se por algum ato milagroso houver uma mudança de atitude por parte da deputada Joacine Katar Moreira obviamente que trabalharemos” com a única representante do partido no parlamento, afirmou Pedro Mendonça, em declarações aos jornalistas no final do IX Congresso do Livre.

“Desfaçatez e falta de respeito”. PSD repudia declarações de Eduardo Cabrita sobre equipamento da PSP

Em causa estão declarações do ministro numa entrevista hoje divulgada ao Diário de Notícias e à TSF, na qual Eduardo Cabrita é questionado sobre as notícias que dão conta de agentes policiais “que compram equipamento de proteção do seu próprio bolso”.
Comentários