Joe Biden recebe apoio de 81 cientistas vencedores de Nobel de Física, Química e Medicina

Sem nunca mencionarem o nome Donald Trump, estes prémios Nobel disseram: “Em nenhum momento da história da nossa nação (EUA) houve uma tão grande necessidade de os nossos líderes apreciarem o valor da ciência na formulação de políticas públicas”.

Twitter Joe Biden

Um grupo de 81 prémios Nobel anunciou hoje o seu apoio ao candidato presidencial democrata Joe Biden nas eleições presidenciais, marcadas para novembro, argumentando com o respeito deste pela ciência e pela contribuição dos imigrantes para esta.

Estes cientistas que obtiveram o Nobel nas áreas de Física, Química e Medicina, publicaram uma carta aberta em que destacam o hábito de Biden “escutar os peritos”.

Sem nunca mencionarem o nome Donald Trump, estes prémios Nobel disseram: “Em nenhum momento da história da nossa nação (EUA) houve uma tão grande necessidade de os nossos líderes apreciarem o valor da ciência na formulação de políticas públicas”.

Trump, que se apresenta a disputar a reeleição para outro mandato de quatro anos, questiona abertamente posições científicas, como as alterações climáticas, e tem sido muito criticado pela forma como está a lidar com a pandemia do novo coronavírus, que já causou seis milhões de infetados e 184.697 mortes nos EUA.

Em contrapartida, estes cientistas salientaram que, no seu “largo historial de serviço público”, Biden tem demonstrado constantemente a sua vontade de “escutar os peritos” e a sua compreensão do “valor da colaboração internacional na investigação” científica.

Realçaram também o “respeito pela contribuição que os imigrantes dão para a vida intelectual” nos EUA, um dos assuntos que também tem valido fortes críticas a Trump por parte da comunidade científica e tecnológica, devido às suas políticas contra a imigração, mesmo que esta seja legal.

Segundo os serviços da campanha eleitoral de Joe Biden, este grupo de cientistas distinguidos com o prémio Nobel é o maior que alguma vez apoiou um candidato presidencial nos EUA.

Em comunicado aparte, o Prémio Nobel da Química em 2006, Roger Kornberg, garantiu, também sem mencionar o nome do incumbente, que as “múltiplas crises” que os EUA estão a enfrentar, incluída uma de desinformação”, requerem um líder que, como Biden, tenha uma “profunda admiração pela ciência e pela verdade”.

Nas eleições presidenciais de 2016, a candidata presidencial dos democratas, Hillary Clinton, recebeu o apoio de 70 Prémios Nobel.

Segundo a cadeia televisiva CNN, a iniciativa da carta foi do congressista democrata Bill Foster, o único físico que existe no Congresso dos EUA.

Ler mais
Recomendadas

Votar tornou-se num ato tão normal como respirar em Cabo Verde, diz Presidente da República

Em declarações aos jornalistas, após votar numa das assembleias de voto da cidade da Praia, o chefe de Estado recordou que Cabo Verde já realizou seis eleições presidenciais e seis legislativas, sendo hoje o dia das oitavas eleições municipais, sublinhando que isso é já “um sinal de experiência e de maturidade democrática” do país.

Espanha decreta novo estado de emergência. Medida pode prolongar-se até 9 de maio

Medida foi aprovada esta manhã em Conselho de Ministros e pode prolongar-se pelo menos durante seis meses. Passa a vigorar o recolher obrigatório entre as 23h00 e as 06hoo em todo o país.

Mesas de voto para eleições municipais em Cabo Verde já abriram. Mais de 330 mil cabo-verdianos vão hoje às urnas

A abertura das assembleias de voto acontece uma hora antes do horário habitual nas eleições anteriores, uma das medidas do plano de contingência definido pela Comissão Nacional de Eleições (CNE) de Cabo Verde devido à pandemia de covid-19, e a admissão de eleitores poderá ser feita até às 18:30 (19:30 em Lisboa).
Comentários