Jogos da Champions vão ter público? Governo diz que, para já, estádios vão ficar fechados

O secretário de Estado da Saúde apontou hoje que, perante a atual situação da pandemia, neste momento não está previsto público nos jogos que se vão realizar em agosto em Lisboa para a Liga dos Campeões.

Lusa

O Governo garantiu hoje que, para já, não está prevista a presença de público nos jogos da Liga dos Campeões que se vão realizar em Lisboa em agosto.

O secretário de Estado da Saúde foi hoje confrontado com as declarações do primeiro-ministro na SIC no domingo, onde apontou que os jogos da Champions iriam ter um público reduzido.”

“O projeto da Champions tem decorrido com toda a normalidade, fruto de um trabalho muito intenso entre o Estado português, a DGS e a UEFA. Temos estado a fazer um trabalho conjunto, com grande confiança e grande entreajuda e este será um projeto de sucesso. Onde a saúde e a segurança de todos são para nós o mais importante”, afirmou António Lacerda Sales.

“A questão do publico é em função daquilo que tem sido a situação pandémica. Não sabemos como vai ser a evolução da pandemia; tomamos medida de acordo com a evolução da pandemia. Não poderei antecipar o futuro, nesta fase, obviamente que não [vai haver presença de público nos estádios]”, disse o secretário de Estado na habitual conferência de imprensa diária.

No domingo, o primeiro-ministro disse que os jogos da Liga dos Campeões que vão ser disputados em Portugal durante o mês de agosto vão ter público reduzido.

“Há uma coisa de que estou convencido, em cada um desses jogos [da Champions] presencialmente vai ter menos público do que nesta sala do Vilaret [teatro em Lisboa onde se realizou o programa]”, disse António Costa durante a entrevista ao programa “Gente que não sabe estar” na SIC.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou hoje que Portugal registou nas últimas 24 horas mais 266 casos positivos de Covid-19 para um total de 41.912, e mais quatro vítimas mortais, para um total de 1.564 óbitos.

Autoridades de saúde admitem desafios em Lisboa: “Temos uma enorme dificuldade em pronunciar o nome das pessoas, uma enorme dificuldade em comunicar”

Ler mais

Recomendadas

Reino Unido vai retirar quarentena obrigatória nas viagens para 75 países

O Governo britânico vai levantar as restrições de viagem para 75 países a partir de segunda-feira, avança a BBC. Ainda não é conhecido se Portugal vai integrar a lista. O Reino Unido é o principal mercado emissor de turistas para Portugal.

Venezuela: Prazo para delegada da UE abandonar Caracas termina hoje

Maduro defendeu que Bruxelas divulgou uma resolução “em que a supremacista UE sanciona aqueles venezuelanos que, formando parte de instituições do Estado, defendem a Constituição”.

Retrato: 10 números que ilustram a delicada situação que a TAP vive

A pandemia da Covid-19 mudou o destino da companhia aérea portuguesa. Os vários cenários em cima da mesa neste momento apontam para a possibilidade de nacionalização, conforme já avisou o Governo, ou para a saída de um dos acionistas privados da empresa, David Neeleman. Estes 10 números ajudam a compreender a delicada situação que a transportadora aérea vive.
Comentários