Premium‘Jogos olímpicos’ das profissões falam português

Até 27 de agosto, decorreu na cidade russa de Kazan, a maior competição mundial de formação, onde participam 14 portugueses. A WorldSkills obriga a uma preparação excecional e pode mudar vidas.

Com o orgulho tingido a verde e rubro das vestes e a bagagem carregada de sonhos, Beatriz Soares aterrou em Kazan. A formanda de Design de Moda da delegação de Lisboa do Centro de Formação Profissional da Indústria Têxtil, Vestuário, Confeção e Lanifícios MODATEX está, aos 21 anos, entre os 14 jovens portugueses que disputaram naquela cidade russa, até 27 de agosto, o Campeonato Mundial das Profissões.

Com a designação oficial de WorldSkills, a competição é o equivalente aos Jogos Olímpicos para as profissões, tendo um carácter muito técnico, o que permite demonstrar o funcionamento do sistema de formação de um país e em muitos aspetos enriquecê-lo. Através dele, Portugal tem vindo a afirmar a marca da sua formação profissional. “Os nossos formandos têm vindo a arrecadar importantes distinções nestas competições internacionais, o que vem mais uma vez comprovar a qualidade da nossa formação”, salienta José Manuel Castro, diretor executivo do MODATE.

Artigo publicado na edição semanal de 23 de agosto de 2019, do Jornal Económico. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Recomendadas

PremiumPTP quer regionalizar Zona Franca

O PTP antes de propor medidas sublinha a “dívida gigantesca, herança do jardinismo”, que obriga a que saiam 600 milhões de euros do orçamento regional.

PremiumCDU defende regime fiscal próprio

Entre as medidas que a CDU defende está um regime fiscal próprio para a Região, com a particularidade de criar um imposto para os detentores de patrimónios e carros de luxo.

PremiumVilamoura quer ‘dar cartas’ como destino mundial de póquer

Após anos de incerteza, o Algarve está de novo no radar das grandes organizações de torneios internacionais de póquer.
Comentários