JPP apresenta voto de protesto contra omissão do Governo sobre rescisão da ENM do ferry

O JPP diz que é “notório” a existência de um procedimento deliberado de ocultação, por parte do executivo madeirense, de uma decisão com “consequências negativas” para a economia regional.

Porto do Funchal (foto: APRAM – Portos da Madeira)

O JPP apresentou esta terça-feira um voto de protesto, na Assembleia Legislativa da Madeira, contra a omissão do Governo Regional relativamente à omissão deliberada relativamente à intenção da Empresa de Navegação Madeirense (ENM) de rescindir o contrato que assegurava a ligação marítima, via ferry, entre a Madeira e o Continente.

No voto de protesto do JPP o partido sublinha que é “notório” um procedimento deliberado de ocultação, por parte do executivo madeirense, de uma decisão com “consequências negativas” para a economia regional.

O partido refere ainda que protesta contra a “falta de transparência” do executivo madeirense e pelo desrespeito demonstrado pelo Governo Regional relativamente ao ferry.

No voto de protesto é ainda referido que o Governo Regional fala a duas vozes, quando Miguel Albuquerque, presidente do executivo madeirense, e Pedro Calado, vice-presidente do Governo Regional, dizem que não tiveram conhecimento de uma cartão de rescisão por parte da ENM referente à intenção de rescindir o contrato da ligação ferry, ou que já tinha conhecimento da carta de rescisão a 24 de setembro, respectivamente.

Recomendadas

Conheça algumas dicas para quem vai aproveitar o Natal para ir de férias

Se está a pensar reservar o alojamento pela internet, verifique primeiramente se o site em questão é seguro e de confiança. Analise os comentários e sugestões de outros consumidores para não correr riscos e se precaver face a alguma situação desagradável.

Câmara do Funchal identifica 232 prédios devolutos

A intenção passa por reabilitar estes edifícios ou coloca-los no mercado de arrendamento.

Madeira: 75 candidaturas recebem 453 mil euros de apoios comunitários

O investimento dos 75 projetos que vão receber apoios é de 603 mil euros.
Comentários