JPP critica Governo Regional por inexistência de plano de ordenamento da orla costeira

O JPP pede uma maior atenção por parte do Governo presidido por Miguel Albuquerque para os processos de reflorestação e para os processos de adaptação e prevenção para as perdas de água, nas redes hídricas, sobre a tutela da ARM.

O Juntos pelo Povo (JPP) criticou o Governo da Madeira por ainda não ter apresentado um Plano de Ordenamento da Orla Costeira (POC), durante uma conferência para alunos da Escola Ângelo Augusto e Silva.

No que se refere aos POC, Rafael Nunes disse que “quando se sabe que as alterações climáticas estão a aumentar e que estão a provocar o aumento, por exemplo, do nível das águas do mar e estão a provocar fenómenos de intensidade extrema, programas como os POC já deveriam ter sido implementados há muitos anos – estão em atraso há mais de 40 anos e é inadmissível que continue a existir esta negligência por parte do Governo Regional”.

O JPP pede uma maior atenção por parte do Governo presidido por Miguel Albuquerque para os processos de reflorestação e para os processos de adaptação e prevenção para as perdas de água, nas redes hídricas, sobre a tutela da Água e Resíduos da Madeira (ARM).

Rafael Nunes salientou a importância desta ação na Escola Ângelo Augusto da Silva e caraterizou-a como “uma oportunidade única para promover uma troca de conhecimentos com os alunos, permitindo também promover alguma cidadania ativa e participativa, incutindo algum gosto político, particularmente na área ambiental”.

Recomendadas

Primeiro Ciclo do Ensino Básico Recorrente tem 463 alunos na Madeira

Estes cursos permitem que adultos de todas as idades adquiram competências básicas de leitura, escrita e cálculo.

Artista Carlos Valente apresenta exposição de pintura aumentada

O artista explica que se trata de concentrar o olhar no pormenor e no fragmento, para destacar elementos plástico-formais que considera exemplares para pensar a técnica, o estilo e as opções temáticas do pintor.

Jardim dos Sabores junta gastronomia e talentos artísticos e culturais madeirenses

A promoção da sustentabilidade ambiental é um dos pilares do projeto, sendo que durante o evento vai ser proibido o uso de palhinhas e de copos de plástico, que dão lugar aos copos reutilizáveis.
Comentários