JPP critica Governo Regional por inexistência de plano de ordenamento da orla costeira

O JPP pede uma maior atenção por parte do Governo presidido por Miguel Albuquerque para os processos de reflorestação e para os processos de adaptação e prevenção para as perdas de água, nas redes hídricas, sobre a tutela da ARM.

O Juntos pelo Povo (JPP) criticou o Governo da Madeira por ainda não ter apresentado um Plano de Ordenamento da Orla Costeira (POC), durante uma conferência para alunos da Escola Ângelo Augusto e Silva.

No que se refere aos POC, Rafael Nunes disse que “quando se sabe que as alterações climáticas estão a aumentar e que estão a provocar o aumento, por exemplo, do nível das águas do mar e estão a provocar fenómenos de intensidade extrema, programas como os POC já deveriam ter sido implementados há muitos anos – estão em atraso há mais de 40 anos e é inadmissível que continue a existir esta negligência por parte do Governo Regional”.

O JPP pede uma maior atenção por parte do Governo presidido por Miguel Albuquerque para os processos de reflorestação e para os processos de adaptação e prevenção para as perdas de água, nas redes hídricas, sobre a tutela da Água e Resíduos da Madeira (ARM).

Rafael Nunes salientou a importância desta ação na Escola Ângelo Augusto da Silva e caraterizou-a como “uma oportunidade única para promover uma troca de conhecimentos com os alunos, permitindo também promover alguma cidadania ativa e participativa, incutindo algum gosto político, particularmente na área ambiental”.

Recomendadas

JPP acredita que Governo “está no bom caminho” seguindo os seus conselhos

O líder parlamentar do JPP, aproveitou a ocasião para questionar sobre documentos solicitados pelo partido, que ainda estão por entregar. Élvio Sousa refere-se a pareceres económicos de transporte marítimo da Universidade Católica e outros relatórios de concessão de serviços públicos de transporte de passageiros entre a Madeira e o Continente, bem como relatórios do Porto do Funchal.

Governo lança selo para comemorar os 20 anos da Floresta Laurissilva

O grupo proprietário do Centro Comercial La Vie, Wider Property, associou-se a estas comemorações, através do seu projeto de sustentabilidade ambiental “Go Green”. Presta uma homenagem à floresta nativa da Madeira, divulgando e promovendo esta iniciativa no seu espaço comercial.

Director de Hemato-Oncologia do SESARAM garante que registos clínicos da unidade estão completos

Na comissão de inquérito à unidade de medicina nuclear, Fernando Aveiro referiu que os registos clínicos já foram auditados e vistoriados.
Comentários