JPP promete reabilitação da marginal da Madalena do Mar

O partido considera que a reabilitação da marginal da Madalena do Mar permitiria trazer dignidade ao espaço e mais qualidade aos residentes, atraindo mais visitantes e dinamizando o comércio local.

O JPP considera que é necessária uma reabilitação da marginal da Madalena do Mar, de modo a trazer dignidade ao espaço e mais qualidade aos residentes, atraindo mais visitantes e dinamizando o comércio local.

“É fundamental que esta baixa, junto ao mar, seja adaptada de forma a integrar uma ciclovia, por exemplo. Estamos cada vez mais sensibilizados para os transportes sustentáveis e esta Freguesia tem condições únicas para isso. Isto permitiria ter também uma área pedonal excecional, com a devida segurança dos transeuntes, contribuindo para a saúde de todos”, disse Nicole Pereira, candidata do JPP à Assembleia de Freguesia da Madalena do Mar.

A candidata referiu que criar zonas de lazer e de convívio ao ar livre “permitiria criar espaços de família, espaços de atração e de permanência para visitantes e locais”, acrescentando que não se pretende que a Madalena do Mar “seja apenas um lugar de passagem”.

Nicole Pereira sublinhou que criar zonas de estacionamento é “fundamental” para reabilitar toda a marginal da Madalena do Mar.

“Tudo isto implica um trabalho articulado entre as autarquias locais e o próprio Governo Regional e o JPP apresenta-se aqui para dar um novo rumo à Ponta do Sol, sem esquecer as suas Freguesias”, reforçou a candidata do JPP.

Recomendadas

PremiumUnião fez a força para o centro-direita retirar câmaras aos socialistas

Coligações lideradas pelos sociais-democratas conquistaram mais 20 autarquias sem perder nenhuma. PSD isolado teve saldo nulo com PS.

PremiumEleições geram meia centena de imbróglios autárquicos

Porto e Sintra juntam-se às câmaras em que os vencedores estão em minoria na vereação e na assembleia municipal. Mais complicada que Lisboa talvez só mesmo Évora, e número de executivos minorítários disparou em relação a 2017.

Autárquicas: Chega impõe condições para se coligar com PSD e descarta acordos com PS e CDU

Em conferência de imprensa na sede do partido, em Lisboa, André Ventura abordou os resultados das eleições autárquicas de domingo, onde o Chega elegeu 19 vereadores, para referir que “não haverá qualquer acordo nacional autárquico entre o Chega e o PSD”.
Comentários