KPMG investe 3 milhões de euros na parceria com a Nova SBE

Além deste programa de bolsas, “a KPMG atribuiu um donativo à Fundação Alfredo de Sousa no valor de 1,5 milhões, estando em causa um investimento total na educação no valor de cerca de 3 milhões a realizar durante um período de dez anos”, avança a Nova SBE.

A KPMG e a Nova SBE celebraram uma parceria que envolve investimento de 3 milhões de euros por parte da empresa de consultoria e auditoria.

Em comunicado divulgado esta segunda-feira, é revelado que “a Nova SBE e a KPMG celebraram um acordo para desenvolver um programa alargado de formação destinado aos colaboradores da KPMG em Portugal, podendo também vir abranger outros países da sua rede, nomeadamente da zona da EMEA (Europa, Médio Oriente e África)”.

No âmbito desta parceria a KPMG atribuirá bolsas aos candidatos selecionados para frequência de qualquer um dos mestrados da Nova SBE de acordo com os critérios gerais de admissão da escola.

Além deste programa de bolsas, “a KPMG atribuiu um donativo à Fundação Alfredo de Sousa no valor de 1,5 milhões, estando em causa um investimento total na educação no valor de cerca de 3 milhões a realizar durante um período de dez anos”, avança a Nova SBE em comunicado.

“Este acordo permitirá à Nova SBE prosseguir o seu percurso de internacionalização tornando-se cada vez mais uma escola à escala global. Por seu lado, a KPMG prossegue o seu objetivo de contribuir para educação e formação de excelência em Portugal, incluindo dos seus colaboradores”, acrescenta a nota de imprensa.

Relativamente ao donativo que a KPMG atribui à fundação, este destina-se a fazer face aos custos de desenvolvimento do projeto do campus universitário em Carcavelos, onde a Nova SBE desenvolve a sua atividade, explica a universidade.

A fundação, juntamente com a Nova SBE, continua a desenvolver o projeto do novo campus universitário, em Carcavelos, procurando, para o efeito, encontrar parceiros estratégicos, onde se enquadra o acordo agora celebrado com a KMPG.

A fundação irá ainda designar um espaço no campus, identificado como “KPMG Gallery”, que se constitui como “um espaço nobre de vivência, de estudo, de trabalho e de eventos”.

Entre outras, a missão da Fundação Alfredo de Sousa passa pela gestão e manutenção do campus, pela angariação de novos benfeitores e de novos donativos e pela aposta numa política ativa de fund raising em benefício da Fundação.

Para Miguel Pinto Luz, presidente da Fundação Alfredo de Sousa, “esta parceria enquadra-se da atividade da fundação, no sentido de dotar o campus e o projeto educativo da Nova SBE das melhores condições, de modo a reforçar o seu importante papel na sociedade portuguesa, enquanto entidade de referência e farol de criação e partilha de conhecimento” , lê-se no comunicado.

Já Sikander Sattar, chairman da região EMEA da KPMG, diz na mesma nota que “a capacidade de atrair, reter e desenvolver o talento e fomentar a colaboração entre as firmas da KPMG da nossa região na área da formação e desenvolvimento profissional das nossas pessoas são fatores chave para o crescimento e desenvolvimento da KPMG no contexto europeu. Esta parceria com a Nova SBE será uma das formas de desenvolver esta capacidade.”

Para Daniel Traça, dean da Nova SBE, “este acordo permitirá um envolvimento ainda maior da escola com o mundo empresarial à escala global, através da parceria com uma empresa de reconhecimento planetário, aumentando o impacto e a visibilidade da escola e do país”.

Por fim, Vítor Ribeirinho, presidente da KPMG Portugal, diz que “para a KPMG o talento e o seu desenvolvimento são variáveis absolutamente críticas para a concretização da sua missão. É com muita satisfação que realizamos estes acordos com a Fundação Alfredo de Sousa e com a Nova SBE, contribuindo para uma cada vez maior interação entre o mundo académico e empresarial.”

Recomendadas

“Sucessão da SRS Advogados será democrática e participativa”, assegura managing partner

Em entrevista ao programa “Falar Direito”, da plataforma multimédia JE TV, Pedro Rebelo de Sousa, managing partner da SRS Advogados, abordou o processo de sucessão na SRS Advogados, garantindo que o mesmo será feito de forma participativa.

14 Sports Law eleita melhor firma de direito desportivo na Península Ibérica

Empresa sediada no Porto representou, entre outros casos o Santos FC contra o FC Barcelona, na transferência do jogador Neymar Jr.

Paulo de Cunha e Sá: “Não queremos competir com a oferta formativa das universidades”

Constituída com uma entidade autónoma do escritório ibérico e com marca própria, esta academia garante que não chega para falar “legalês” dos juristas nem para competir com a oferta das universidades portuguesas e internacionais, garantiu o advogado Paulo de Sá e Cunha, sócio da Cuatrecasas Portugal no programa “Falar Direito”, da plataforma multimédia JE TV.
Comentários