Kylie Jenner vende 51% do seu império de cosmética por 543 milhões de euros

“Juntas, Coty e Kylie, irão definir e liderar a direção estratégica da parceria, com foco na expansão global e entrada em novas categorias de beleza”, lê-se no comunicado conjunto das duas empresas.

Kylie Jenner

Nasceu em 1997 e aos 21 anos estreou-se na capa da Forbes como “a primeira mulher multimilionária self-made”, arrecadando simultaneamente o título de multimilionária mais nova.

Falamos de Kylie Jenner, a mais nova do clã Kardashian-Jenner, que ao construir um império de maquilhagem e de cosmética conseguiu conquistar um património líquido de mil milhões de dólares. Esta segunda-feira, o ‘The Wall Street Journal’ está a avançar que 51% da sua marca de cosméticos, Kylie Cosmetics, avaliada em 1,2 mil milhões de dólares (1,08 mil milhões de euros), foi vendida por 600 milhões de dólares (543 milhões de euros) à empresa Coty Inc.

Criada há cerca de quatro anos, quando Kylie Jenner se tornou maior de idade, a Kylie Cosmetics perde agora a sua única acionista mas também o nome, que vai ser alterado para Kylie Beauty. Ainda assim, apesar de perder a fatia maioritária da empresa, a empresária de 22 anos vai continuar a ser o rosto que vende os produtos.

“A Coty Inc. e a Kylie Jenner anunciaram hoje [18 de novembro] que firmaram uma parceria estratégica de longo prazo para construir e desenvolver, em conjunto, negócio de beleza existente da Kylie em uma marca de força global”, lê-se no comunicado divulgado pelos dois sócios.

“Juntas, Coty e Kylie, irão definir e liderar a direção estratégica da parceria, com foco na expansão global e entrada em novas categorias de beleza. Kylie e a sua equipe vão continuar a liderar todos os esforços criativos em termos de iniciativas de produtos e comunicações, construindo sobre ela recursos incomparáveis ​​de alcance global por meio das redes sociais “, onde a jovem de 22 anos está habituada a fazer publicidade aos produtos.

Enquanto a função de Jenner está bem definida como imagem da marca, a Coty Inc. “terá a responsabilidade geral do desenvolvimento de portefólio, alavancando o seu conhecimento e capacidades globais em R&D, fabricação, distribuição, experiência comercial e de entrada no mercado, bem como seu profundo conhecimento das fragrâncias, cosméticos e produtos para a pele. Além das responsabilidades da parceria, a Coty atuará como licenciada de produtos para a pele, fragrâncias e unhas”, afirmou o comunicado conjunto.

Também a jovem magnata revelou estar “empolgada por fazer uma parceria com a Coty, para continuar a alcançar ainda mais fãs da Kylie Cosmetics e da Kylie Skin em todo o mundo”. “Essa parceria permitirá que eu e minha equipa continuemos focados na criação e desenvolvimento de cada produto enquanto construímos a marca numa potência internacional de beleza”.

Como um título nunca vem só, a revista Forbes elegeu Jenner como a mais jovem multimilionária de sempre pela segunda vez, em março deste ano. Apelidada como “a rainha da cosmética” pela revista, a empresária contava com os lucros da marca de batons, delineadores de lábios e paletas de sombras e iluminadores, todos produtos de maquilhagem.

Apenas no primeiro ano e meio de existência, a Kylie Cosmetics rendeu a Jenner cerca de 420 milhões de dólares em vendas (380 milhões de euros). Mesmo com o grande sucesso de vendas, este último ano tem sido marcado por um decréscimo na venda de produtos, que em parte pode ser explicado pelos valores praticados pela empresária e com a dificuldade em fidelizar os clientes.

A empresa Coty Inc. é uma das líderes no segmento de beleza, com marcas como Covergirl, Wella e Bourjois, com vendas superiores a 9,1 mil milhões de dólares (8,2 mil milhões de euros). Embora a aquisição só deva estar concluída em 2020, a empresa está a subir 2% na bolsa de Nova Iorque, para 12,14 dólares por ação.

Ler mais
Relacionadas

Kylie Jenner do clã Kardashian é a mais jovem multimilionária de sempre

Para a Forbes, a irmã mais nova do clã Kardashian-Jenner é a mais jovem multimilionária da história.

893 mil euros por post. Há um português entre os que mais faturam no Instagram

Cristiano Ronaldo é o terceiro mais bem pago de uma lista que é dominada pela família Kardashian e que cobra até 1,1 milhões de euros por post. O jogador português fatura 893 mil euros por cada post e lidera o número de seguidores no Instagram com perto de 173 milhões.

Estas são as 10 celebridades mais bem pagas do mundo. Há um português nesta lista

A revista Forbes revelou a lista das celebridades mundiais mais bem pagas. Nesta lista surgem músicos, atletas e personalidades, com a média de idades a rondar os 37 anos de idade.
Recomendadas

CMVM vai reduzir 29% dos deveres de reporte dos supervisionados e poupar 300 mil euros por ano

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários colocou hoje em consulta pública quatro projetos regulamentares focados na simplificação regulatória e que, entre outras alterações, prevêem uma redução de 29% nos deveres periódicos de reporte de informação pelas entidades sujeitas à supervisão da CMVM. Para quem entra no mercado pela primeira vez, o impacto em termos de custos é imediato. Haverá um simulador de custos para investidores em títulos.

EDP encaixa mais 273 milhões com venda de défice tarifário de 2020

Através de cinco transacções individuais, eléctrica alienou 23,4% do défice tarifário de 2020 relativo ao sobrecusto com a produção em regime especial.

Autoridade da Concorrência admite mais acusações “nos próximos meses” na grande distribuição

Concorrência tem dez investigações me curso, mas admite não conseguir “ir a todos”. Embora eventuais acusações dependam das conclusões das investigações, a AdC vê na grande distribuição uma prioridade, por práticas indevidas terem potencial de limitar “opção de escolha” do consumidor.
Comentários