Liberais lançam ideia inédita para decidir novo governo da Alemanha

Enquanto esperam por saber que vencerá as eleições deste domingo, os alemães estão a assistir ao avolumar de alternativas de governo. A mais inesperada vem do FDP, que sugere negociações com os Verdes para ambos os partidos decidirem se fazem uma aliança com sociais-democratas ou democrata-cristãos.

Com o SPD de centro-esquerda de Olaf Scholz e a CDU/CSU democrata-cristã de Armin Laschet dentro de uma percentagem que implica um empate técnico e a impossibilidade de qualquer deles ter uma maioria absoluta, os liberais do FDP avançaram uma proposta inédita: juntarem-se em negociação com os Verdes e depois escolherem a quem se ofereceriam como coligação – se ao SPD, se à CDU.

A decisão política do próximo governo passaria para os partidos que vão ficar em terceiro e quarto lugares – e nada indica, nem o bom senso aconselha, que quer o SPD quer a CDU venham a aceitar semelhante proposta. Mas a sua mera existência dá nota da confusão que esta noite de domingo invadiu o país.

Christian Lindner, líder dos liberais alemães, tem tido muita elasticidade em relação às coligações em que faz o seu partido entrar – e o FDP tanto se pode coligar com a CDU como com o SPD. Talvez por isso, aliás, de vez em quando os alemães se esqueçam da sua existência e neles votem tão pouco que o partido por vezes não tem votos suficientes para sequer chegar ao Bundestag, o parlamento alemão.

Entretanto, os dois principais candidatos à chancelaria continuam, mesmo que com pouco entusiasmo, a clamarem a vitória final.

Por outro lado, a candidata dos Verdes, Annalena Baerbock, já admitiu publicamente que a sua campanha empalideceu depois de ter cometido alguns erros, pelos quais se diz responsável. Baerbock – que chegou a estar em primeiro lugar em algumas sondagens – não conseguiu capitalizar o descontentamento que o eleitorado democrata-cristão mostrou face ao escolhido para suceder à chanceler Angela Merkel.

De qualquer modo, a líder dos Verdes disse já depois de as urnas fecharem que ficava claro que os alemães querem uma mudança de regime – e estão preparados para entregar o poder ao SPD.

Recomendadas

Eurodeputados querem que União Europeia aumente o apoio para a comunicação social (com áudio)

Parlamento Europeu quer um fundo permanente para os meios de comunicação da União Europeia, com o objectivo de salvaguardar a independência financeira e política dos jornalistas e do jornalismo europeu.

Parlamento Europeu quer criação de um estatuto europeu do artista

Eurodeputados instam a Comissão Europeia a criar um quadro europeu para garanta condições de trabalho e normas mínimas nos setores culturais e criativos comuns a todos os Estados-Membros.

Cabo Verde, um exemplo bem sucedido de democracia em África. Hoje há “A Arte da Guerra” com Francisco Seixas da Costa

Tudo para ver esta semana em ‘A Arte da Guerra’, da plataforma multimédia JE TV, e para ouvir em plataformas de streaming como o Spotify, num programa conduzido pelo jornalista António Freitas de Sousa e com os comentários do Embaixador Francisco Seixas da Costa.
Comentários