Licença de habitação: sabe em que situações é necessária?

Fique a saber em que situações necessita deste documento.

Cristina Bernardo

Qualquer casa que seja destinada a ser habitada necessita de ter uma licença de habitação (também designada, por vezes, de licença de habitabilidade) emitida pela Câmara Municipal da localização do imóvel. Qualquer imóvel que disponha desta licença significa que foi inspecionado e que possui condições de habitabilidade que correspondem a diversos parâmetros de exigência. Fique a saber em que situações necessita deste documento.

 

O que é uma licença de habitação?

A licença de habitação consiste num documento que comprova que um determinado imóvel se encontra habitável porque cumpre todas as condições legais exigíveis para tal. Esta licença é de cariz municipal, pelo que sem vistoria da Câmara Municipal é impossível obtê-la.

Este documento define, assim, o tipo de utilização que será dada a um imóvel: se será para fins habitacionais ou não habitacionais (tais como comércio, serviços ou indústria).

Se vai comprar casa, a licença de habitação é um dos documentos indispensáveis e sem a mesma não conseguirá sequer solicitar um empréstimo à habitação nem fazer a escritura de compra e venda.

E para além dos documentos essenciais a entregar ao banco, há que não esquecer o mais importante: tentar baixar o custo do crédito à habitação ao máximo ao solicitar propostas em vários bancos para aferir qual o que lhe oferece as melhores condições.

 

Condições necessárias para a habitabilidade

As condições de habitabilidade de uma casa encontram-se definidas por lei – nomeadamente no Regulamento Geral das Edificações Urbanas – e pode dizer-se que incidem fundamentalmente sobre quatro áreas específicas: eletricidade, gás, água e saneamento.

Só depois de verificadas as condições da residência nestes quatro âmbitos através de uma vistoria é que poderá ser emitida uma licença de habitação.

Mas há uma exceção: Os imóveis cuja data de construção seja anterior a 1951 não necessitam de ter uma licença de habitação, porque o Decreto-Lei n.º 38 382 de 7 de agosto de 1951, que aprovou o supracitado Regulamento Geral das Edificações Urbanas, só entrou em vigor nesse mesmo ano.

Qualquer imóvel que ainda necessite deste tipo de licenciamento tem igualmente de estar em conformidade com o respetivo projeto de arquitetura. Se entretanto tiverem sido realizadas alterações a este projeto (por exemplo: uma piscina ou um anexo no quintal), então estas modificações têm de ser legalizadas.

 

Como pedir uma licença de habitabilidade?

Se for proprietário de uma casa sem licença ou se estiver a construir uma habitação de raiz, terá de solicitar este documento nos serviços de urbanismo da Câmara Municipal e preencher um requerimento para o efeito. Cada autarquia tem a sua forma de emitir este documento e pratica os seus preços.

Note que se for comprar uma casa que ainda está em construção, quem tratará desta licença será o construtor em questão ainda na fase de conclusão das obras.

Além disso, também precisará desta licença se for vender a sua casa, nomeadamente no momento em que tiver de assinar o Contrato-Promessa Compra e Venda e, posteriormente, no dia da realização da escritura.

Outra situação na qual é preciso deter esta licença diz respeito ao arrendamento. Ao abrigo do Novo Regime de Arrendamento Urbano (NRAU), é preciso que os proprietários apresentem a licença de habitação no âmbito da celebração do contrato de arrendamento.

Se uma casa tem este documento, é porque se encontra em condições de ser habitada. Uma vez que a licença de habitabilidade é obrigatória por lei, se porventura (suponha-se) herdar uma casa que não possui esta licença, é necessário requerê-la, para que tudo fique dentro dos trâmites legais.

Relacionadas

Crédito habitação recusado? Pode ser devido ao seu DSTI

O Debt Service-to-Income (DSTI) é o indicador do grau de esforço financeiro do cliente associado ao pagamento de uma dívida. Saiba qual o impacto que pode ter na decisão das instituições financeiras na hora de conceder um empréstimo.

É fiador de um crédito à habitação? Saiba como se proteger

Os fiadores de crédito à habitação de outrem podem correr alguns riscos e esta é uma missão algo indesejável para muitos portugueses. Mas existe uma proteção para os fiadores, para que estes se sintam mais seguros e para não serem altamente prejudicados quando existe uma dívida no crédito à habitação.

Como é que a subida da Euribor afeta a prestação da sua casa?

A EURIBOR continua em terreno negativo mas, nas últimas semanas, tem vindo a sofrer ligeiros aumentos em consequência do impacto da pandemia na economia. Descubra, neste artigo, quais as consequência da subida deste indexante no crédito à habitação.

Olhar além do spread: a importância da Taxa Anual Efetiva Global

Descubra, neste artigo, porque é que no momento de solicitar Crédito à Habitação deve considerar sobretudo a Taxa Anual Efetiva Global ao invés do Spread.

Especial IMI 2020: Como pedir a reavaliação do IMI?

Será que deve pedir a reavaliação do Imposto Municipal sobre Imóveis? Fique a saber que pode pagar menos por este imposto, bastando solicitá-lo à Autoridade Tributária e Aduaneira (AT). Neste artigo explicamos como fazer o pedido.

Respostas Rápidas: Quanto custa a escritura de um imóvel?

Um dos grandes custos associados à compra de uma casa reside na realização da escritura. Descubra, neste artigo, quanto lhe poderá custar este processo.
Recomendadas

Novo Banco: BCE impõe que injeções do Fundo de Resolução só sejam contabilizadas após pagamento

O banco explicita que essa imposição “aplica-se do quarto trimestre de 2021 em diante” e que se esta imposição estivesse já em vigor em setembro de 2021 o seu rácio de capital de fundos próprios principais de nível 1 (CET1) teria sido de 10,62%, o rácio tier 1 de 10,63% e o rácio de solvabilidade de 12,52%.

Governo anuncia recrutamento de 200 trabalhadores para reforçar Autoridade Tributária

Autorização foi dada esta semana pelo ministro das Finanças. João Leão, e revelada esta terça-feira, pelo secretário de Estado Adjunto e dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes.

Rob McCargow: “A literacia digital passou a ser obrigatória nas administrações”

O diretor de Inteligência Artificial da consultora PwC United Kingdom defende que as empresas têm um papel a desempenhar no enquadramento do desenvolvimento da inteligência artificial, em vez de ficarem à espera de governos e reguladores, mas que os decisores têm de ter maior conhecimento sobre tecnologia.
Comentários