Lidl eleito ‘grupo retalhista do ano’ pelo terceiro ano consecutivo

Para Felipe Ruiz, administrador de vendas do Lidl Portugal, esta distinção “é mais um voto de confiança dos nossos clientes, que ganha ainda maior relevância num ano atípico e desafiante para todos”.

A cadeia de distribuição Lidl foi eleita o grupo ‘Retailer of the Year’ (‘retalhista do ano’) e distinguido como ‘A Melhor Loja de Portugal’ pelo terceiro ano consecutivo.

“Os consumidores voltaram a eleger o Lidl como a ‘A Melhor Loja de Portugal’, nas categorias de supermercados e lojas físicas. A cadeia foi ainda distinguida com o prémio ‘Retailer of the Year’, na terceira edição desta iniciativa a nível nacional. Organizado numa parceria Q&A e ‘Grande Consumo’ [revista especializada] em Portugal, o Lidl volta a ser distinguido como ‘Retailer of the Year’, prémio atribuído pelos consumidores europeus que elegem a melhor loja do seu país”, destaca um comunicado do grupo retalhista, acrescentando que, “adicionalmente, volta a ser premiado pela terceira vez consecutiva como ‘A Melhor Loja de Portugal’ na categoria de supermercados e novamente como “A Melhor Loja de Portugal”, na categoria global de lojas físicas, naquela que é a terceira edição em Portugal”.

De acordo com esta nota do Lidl, “a votação dos consumidores, numa escala de avaliação de 1 a 5, teve por base seis critérios, nomeadamente: gama de produtos, prestabilidade e serviço, especialização e prestação de informações, facilidade de compra, preço e aparência”.

“Desta forma, o Lidl Portugal reforça o seu compromisso com a qualidade e diversidade dos seus produtos e serviços, assim como a garantia de uma oferta que satisfaz e vai ao encontro do que os seus clientes procuram, resultantes de verdadeiras parcerias de longa duração com os seus fornecedores e parceiros”, adianta o referido comunicado.

Para Felipe Ruiz, administrador de vendas do Lidl Portugal, “ser novamente distinguido como ‘A Melhor Loja de Portugal’ nas categorias de supermercados e lojas físicas, e enquanto ‘Retailer of the Year’, é mais um voto de confiança dos nossos clientes, que ganha ainda maior relevância num ano atípico e desafiante para todos”.

“Estes prémios são não só, uma motivação adicional para continuarmos com o bom trabalho que temos vindo a desenvolver em conjunto com os nossos colaboradores, clientes e fornecedores, como a confirmação que a variedade dos nossos produtos, a relação qualidade-preço, e a simplicidade e eficiência que caracterizam o Lidl fazem a diferença”, sublinha este responsável.

Há 25 anos em Portugal, o Lidl tem cerca de sete mil colaboradores, distribuídos por mais de 259 lojas, de norte a sul do país, e quatro direções regionais e entrepostos, para além da sede: Famalicão (Norte), Torres Novas (Oeste), Sintra (centro) e Palmela (Sul).

Segundo um estudo de impacto realizado pela consultora independente KPMG, em 2018, o Lidl Portugal contribuiu com 2.120 milhões de euros a nível de geração de riqueza, representando 1% do PIB nacional.

O Lidl, empresa de retalho pertencente ao grupo alemão Schwarz, reclama ser um dos líderes de mercado a nível europeu e tem representação em 32 países e conta com cerca de 11.200 lojas e mais de 200 centros de distribuição em 29 países.

O Lidl conta atualmente com mais de 310 mil colaboradores em todo o mundo.

De acordo com a LZ Retailytics, o Grupo Schwarz é o maior retalhista alimentar da Europa, tendo gerado vendas superiores a 113 mil milhões de euros no ano fiscal de 2019.

Ler mais
Recomendadas

Uber Eats reuniu 77% das reclamações dos consumidores em 2020

De acordo com a organização, março foi o mês em que se verificou a maior variação de crescimento face a 2019, com uma taxa de 617%, visto que foi o mês em que foi declarado o estado de emergência.

Mercadão vai recrutar mais 200 pessoas para responder ao crescimento das entregas

O marketplace, que entre outras assegura o serviço do Pingo Doce, conta atualmente com cerca de 700 ‘shoppers’, dos quais mais de metade recrutados durante o primeiro confinamento.

Rangel Logistics inicia operação no México com investimento inicial de 750 mil euros

Para este país, a grande aposta é a logística internacional, bem como a exploração de oportunidades nos serviços de logística contratual, nomeadamente em logística industrial, no sector automóvel e outras indústrias.
Comentários