Lidl vai ter loja no complexo desportivo do Estádio do Restelo

Prevê-se a inauguração desta nova loja da cadeia retaljista alemã no decorrer do segundo semestre de 2021.

A cadeia retalhista alemã Lidl associou-se ao Belenenses no processo de requalificação do complexo desportivo do Estádio do Restelo, tendo garantido uma nova loja nesse empreendimento.

Segundo um comunicado do Lidl, esta parceria com o Clube de Futebol ‘Os Belenenses’ “prevê o investimento num clube histórico e simbólico de Lisboa, e no espaço público da cidade, com a criação de uma loja Lidl e de aproximadamente 50 novos postos de trabalho”.

Não foi revelado o valor de investimento em causa.

“Decorreu hoje [dia 31 de julho], na Praça Afonso de Albuquerque, junto ao banco de jardim onde foi fundado o Clube de Futebol ‘Os Belenenses’, a 23 de setembro de 1919, a assinatura da escritura pública que confere ao Lidl, no âmbito da requalificação do complexo desportivo do clube, o direito de superfície sobre uma das parcelas de terreno do complexo, com vista à construção de uma nova loja desta insígnia no estádio do Restelo”, avança o referido comunicado.

A escritura contou com a presença do vereador da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Castro, com o presidente da Junta de Freguesia de Belém, Fernando Rosa, com o presidente do Clube de Futebol ‘Os Belenenses’, Patrick Morais de Carvalho, com o administrador de Infraestruturas do Lidl Portugal, Milton Rego, com o diretor geral da regional centro do Lidl Portugal, Pedro Almeida e com o diretor nacional das estações de serviço da Repsol, Rui Aires.

“A referida constituição de direito de superfície, por 50 anos, já havia sido votada e aprovada pelos sócios do Clube de Futebol ‘Os Belenenses’ em junho de 2018”, recorda o comunicado, acrescentando que “através desta parceria firmada entre Lidl e o Clube de Futebol ‘Os Belenenses’, o Lidl prossegue com o seu investimento na cidade de Lisboa, agora com a construção de um novo edifício no topo sul do estádio, onde irá ser edificada uma loja Lidl que prevê a criação de cerca de 50 novos postos de trabalho”.

“Possibilitando ao retalhista uma nova presença na cidade de Lisboa, numa zona de referência da capital, a parceria permitirá também apoiar o Clube de Futebol ‘Os Belenenses’ no seu caminho para o sucesso desportivo. O projeto contemplará: uma nova loja Lidl com aproximadamente 1.400 metros quadrados de área de vendas e um parque de estacionamento com capacidade para 150 lugares, oferecendo aos habitantes de Lisboa, em particular de Belém, o atual conceito de loja Lidl aliado aos mais elevados padrões de qualidade, preocupações ambientais, com especial foco na eficiência energética e uma oferta de produtos de máxima qualidade ao melhor preço”, assegura o referido comunicado.

O documento acrescenta que, “no local, nascerá também uma nova loja para o Clube de Futebol ‘Os Belenenses’, onde, entre outras valências, irão passar a funcionar os seus serviços de atendimento aos sócios”.

“O projeto Lidl contempla ainda a remodelação da rede viária existente, com a criação de um novo arruamento que irá melhorar as acessibilidades, circulação e segurança rodoviárias”, adianta o grupo de distribuição.

Os responsáveis do Lidl acrescentam que “na elaboração do projeto houve um especial cuidado na integração do novo edifício, tendo em consideração o delicado contexto urbanístico que o acolhe, bem próximo do Mosteiro dos Jerónimos e da zona turística de Belém, respeitando e valorizando o complexo desportivo, por muitos considerados o mais bonito de Lisboa”.

“Trata-se de um projeto inovador, que demonstra grande preocupação ambiental, sendo disso exemplo o amplo espaço verde que será criado ao nível da cobertura do novo edifício, que permitirá à população e utilizadores do complexo desportivo um novo percurso pedonal de ligação com a Av. Ilha da Madeira”, garante a cadeia retalhista.

Para Pedro Almeida, diretor geral da Regional Centro do Lidl Portugal, “é com grande satisfação que firmamos esta parceria com o Clube de Futebol ‘Os Belenenses’, um clube que faz parte da história da cidade de Lisboa, e símbolo da mesma, com uma nova loja de proximidade, contribuindo igualmente para requalificar uma zona envolvente, sem com isso perder as suas características únicas”.

Pedro Almeida destaca ainda “o papel preponderante que a Câmara Municipal de Lisboa teve no apoio dado a esta parceria, nomeadamente no desenvolvimento do projeto de remodelação do complexo desportivo do Clube de Futebol ‘Os Belenenses’”.

Por seu turno, Patrick Morais de Carvalho, presidente do Belenenses, fala de um momento importante na história do clube: “Hoje é um dia histórico e que marcará o futuro da nossa centenária instituição”.

“Com a celebração desta escritura e já depois de o clube ter liquidado, voluntariamente, o total da dívida à Segurança Social, no valor de 262.106,31 euros, o qual se encontrava abrangido pelo PER de 2014, o Complexo do Restelo fica totalmente desonerado de penhoras ou hipotecas e ficam definitivamente extintas todas as obrigações do clube emergentes da dívida superior a cinco milhões de euros contraída junto do ex-Banif, em 2007.  Desta forma, no primeiro ano do seu segundo século de vida, o Clube de Futebol ‘Os Belenenses’ dá um novo e gigante passo na sua sustentabilidade, honrando desta forma os ‘Rapazes da praia’ que, há cem anos, neste mesmo local onde decorre este encontro, fundaram o nosso clube”.

Patrick Morais de Carvalho destaca ainda “o papel fundamental que o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, bem como os vários elementos dos seus executivos, tiveram no projeto de requalificação do Complexo do Restelo, o qual será transformado no maior e mais moderno polo de lazer e desporto da zona ocidental da cidade de Lisboa, sem o clube vender um único centímetro quaxdrado de terreno”.

“Esta será a 4ª loja que o Lidl abre, desde o início de 2019, no centro da cidade, num total de 15 lojas em funcionamento sob um conceito de maior proximidade, para melhor servir os lisboetas, que terão ao dispor mais uma loja Lidl moderna e funcional, com todo o conforto para as suas compras diárias. Prevê-se a sua inauguração no decorrer do segundo semestre de 2021”, conclui o comunicado do Lidl.

Há quase 25 anos em Portugal, o Lidl tem cerca de 6.800 colaboradores, distribuídos por mais de 255 lojas, de norte a sul do país, e quatro direções regionais e entrepostos, para além da sede: Famalicão (Norte), Torres Novas (Oeste), Sintra (Centro) e Palmela (Sul).

Segundo um estudo de impacto realizado pela consultora independente KPMG, em 2018, o Lidl Portugal contribuiu com 2.120 milhões de euros a nível de geração de riqueza, representando 1% do PIB nacional.

O Lidl, empresa de retalho pertencente ao grupo alemão Schwarz, é um dos líderes de mercado a nível europeu. Tem representação em 32 países e conta com cerca de 10.800 lojas e mais de 160 centros de distribuição em 29 países, contando com cerca de 287 mil colaboradores em todo o mundo.

Ler mais
Recomendadas

CTT regista prejuízo de dois milhões de euros no primeiro semestre de 2020

Prejuízo foi justificado com a evolução negativa do lucro antes de juros e imposto de renda (EBIT), “parcialmente compensada pelo comportamento imposto sobre o rendimento do período”. Os rendimentos operacionais também decresceram, devido ao impacto da pandemia da Covid-19.

Sonae MC lança empréstimo obrigacionista de 50 milhões de euros

A participada da Sonae para o setor da distribuição, a Sonae MC, anunciou também a concretização de três operações de refinanciamento, no valor conjunto de 122,5 milhões de euros, elevand, assim para 327,5 milhões de euros o total de empréstimo de longo prazo contratados pela empresa nos últimos quatro meses.

Consumo de produtos de alimentação, bebidas, higiene pessoal e do lar subiu 12% no primeiro semestre

Estudo da Kantar para a Centromarca indica que o crescimento de vendas deste tipo de produtos – FMCG – Fast Moving Consuming Goods – foi de cerca de 50% nos canais ‘online’ na primeira metade deste ano.
Comentários