Liga dos Campeões: Dos outsiders Atalanta e Leipzig aos crónicos Barcelona e Bayern. Todos querem erguer a ‘orelhuda’

Paris Saint-Germain e Manchester City querem mostrar que são mais do que poderio financeiro, enquanto o Atlético Madrid deseja chegar ao palco onde já esteve em 2014. Já o Lyon pretende provar que a eliminação da Juventus não aconteceu por acaso.

A inédita ‘final 8’ da Liga dos Campeões arranca esta quarta-feira, 12 de agosto em Lisboa. A pandemia do coronavírus virou o mundo ao contrário e o futebol sofreu também as suas consequências com os campeonatos e provas europeias suspensas.

Com a ausência de público nas bancadas e os receios das viagens entre países, a UEFA decidiu optar por realizar a fase final da prova num único país. Portugal foi o primeiro a mostrar interesse em realizar a competição e acabou por ver Lisboa ser escolhida como a capital do desporto entre os próximos dias 12 e 23 de agosto.

Atalanta – Paris Saint-Germain

Os italianos estão a fazer uma estreia de sonho na liga milionária depois de terem acabado a Serie A no terceiro posto. Com uma receita anual de 150 milhões de euros, o conjunto de Bergamo orientado por Gian Piero Gasperini tem praticado um futebol ofensivo, mas que também causou dissabores à sua defesa, tendo curiosamente o mesmo número de golos marcados e sofridos na prova, 16. Josip Ilicic é o melhor marcador com cinco golos, todos apontados nos dois encontros dos oitavos de final frente ao Valência.

Do outro lado estará o milionário Paris Saint-Germain com umas receitas anuais de 635 milhões de euros, mas que na Europa pouco ou nada têm valido nos últimos anos. O melhor registo do clube parisiense já data de 1995 quando alcançou as meias-finais. Neymar e M’Bappé são as figuras de proa no conjunto treinado pelo alemão Thomas Tuchel.

Olhando para as finanças e nomes do plantel o favoritismo é dos franceses, mas sendo tudo decidido num só jogo, os italianos têm certamente uma palavra a dizer e quererão certamente continuar a fazer história. A partida está marcada para o Estádio da Luz.

Leipzig – Atlético Madrid

Fundado apenas há 11 anos, o RB Leipzig regressa pelo segundo ano consecutivo à Liga dos Campeões. Depois de no ano passado ter ficado na fase de grupos, o conjunto de Julian Nagelsmann, o treinador mais novo (33 anos) a atingir os quartos-de-final depois de eliminar o Tottenham de José Mourinho. Os avançados Timo Werner e Marcel Sabitzer com 4 golos serão duas setas apontadas à baliza de Jan Oblak.

Por sua vez, o Atlético Madrid volta a uma cidade onde em 2014 esteve somente a um minuto de levantar o troféu, mas que acabou por perder para o rival Real Madrid. Com a contratação mais cara de um jogador português, João Félix custou aos cofres ‘colchoneros’ 126 milhões de euros e a sua primeira época em Madrid tem sido intermitente, mas não deixa de ser uma das principais figuras da equipa treinada por Diego Simeone, que tentará desta feita reescrever a história há seis anos.

Pela experiência na prova e também por ter eliminado na ronda anterior o atual campeão europeu em título, Liverpool, o Atlético Madrid poderá ter um ligeiro favoritismo sobre o emblema alemão. O jogo está agendado para quinta-feira, 13 de agosto, no Estádio José Alvalade.

Barcelona – Bayern Munique

Um encontro que tem desde logo a particularidade de colocar frente a frente as duas únicas equipas desta ‘final 8’ que já conquistaram a Liga dos Campeões, ambas por cinco ocasiões. Após o regresso do campeonato espanhol as coisas não correram bem aos catalães que perderam a liderança e consequentemente a Liga para o Real Madrid.

A equipa de Ernesto Valverde aposta por isso tudo na Champions e conta com a inspiração de Lionel Messi e o goleador Luís Suárez para os liderar rumo às meias-finais, embora a tarefa seja tudo menos fácil.

Isto porque, pela frente o emblema espanhol vai ter o Bayern Munique, campeão alemão pelo oitavo ano consecutivo a que juntou a taça da Alemanha e que tem na linha da frente uma verdadeira máquina de fazer golos chamada Robert Lewandowski. De resto, o avançado polaco é o melhor marcado desta edição com 13 golos marcados.

Pelo futebol praticado no regresso à competição os alemães podem levar um ligeiro favoritismo, tendo também a seu favor o confronto histórico com cinco vitórias contra duas do Barcelona. No entanto, para quem tem Lionel Messi o céu é sempre o limite. O jogo está agendado para sexta-feira, 14 de agosto, no Estádio da Luz.

Manchester City – Lyon

Há semelhança do Paris Saint-Germain, também os ingleses querem provar que o seu poderio financeiro também é visível dentro dos relvados. Algo que tem ficado aquém das expetativas dos adeptos na Liga dos Campeões, tendo os citizens nas meias-finais de 2015-2016 a sua melhor classificação.

Se o conjunto orientado por Pep Guardiola se pode vangloriar por ter eliminado na ronda anterior a equipa mais titulada da prova, o Real Madrid com 13 taças, no outro lado vai estar o Lyon que deixou pelo caminho nos oitavos de final a Juventus de Cristiano Ronaldo.

A equipa francesa tem no holandês Memphis Depay a sua principal figura e vai tentar chegar às meias-finais da competição e repetir assim o feito alcançado em 2010. O Manchester City pelo conjunto de jogadores que compõe o seu plantel é favorito, mas o Lyon quer mostrar que a eliminação da Juventus não foi um acaso. O encontro está marcado para sábado, 15 de agosto, no Estádio José Alvalade.

Ler mais
Recomendadas

‘Tempestade perfeita’ no SL Benfica. Que efeito tem a eliminação da ‘Champions’ nas contas das ‘águias’? Veja o “Jogo Económico”

Nesta edição, que conta com a presença dos comentadores Shrikesh Laxmidas, João Marcelino e Diogo Luís, vamos analisar a semana ‘horribilis’ do SL Benfica com a eliminação da Liga dos Campeões. Neste programa, gravado no Parque Desportivo Municipal de Mafra, analisamos todo o potencial desportivo deste concelho.

Infografia | Covid-19 é o adversário comum aos 18 clubes da Liga NOS

No início de uma época em que vários craques estão de volta a Portugal e clubes do meio da tabela reforçaram-se em quantidade e qualidade, haverá uma 19ª equipa que todos vão querer derrotar todas as jornadas.

Especial Liga NOS. SL Benfica: Casamento entre Jorge Jesus e o plantel mais valioso da Liga

As águias entram para a temporada 2020/21 com uma equipa renovada, através do maior investimento de sempre do clube no mercado de transferências (80 milhões de euros). Depois de falharem o acesso à Liga dos Campeões, os ‘encarnados’ terão de se contentar com a Liga Europa onde se espera que sejam mais competitivos. Jorge Jesus terá uma missão complicada pela frente, mas longe de ser impossível.
Comentários