Lisboa ultrapassa pela primeira vez 1.000 milhões de euros em receitas de alojamento turístico

Com base nos dados do INE, a Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa (ERT-RL) vem ainda sublinhar que a capital mantém-se, ainda, como a região nacional que recebeu mais hóspedes, nacionais e estrangeiros.

Os proveitos globais do alojamento turístico na região de Lisboa aumentaram 21,6% no ano passado, face a 2016, para 1.065,6 milhões de euros, ultrapassando pela primeira vez os 1.000 milhões de euros e tornando-se a região portuguesa com maiores proveitos do alojamento turístico, segundo os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Com base nos dados do INE, a Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa (ERT-RL) vem ainda sublinhar que a capital mantém-se, ainda, como a região nacional que recebeu mais hóspedes, nacionais e estrangeiros.

Estes resultados traduzem-se, segundo Vítor Costa, presidente da ERT-RL, na confirmação de que Lisboa é o “grande motor do crescimento do Turismo em Portugal”, sendo que esta é a primeira vez que os proveitos do alojamento turístico ultrapassaram a “barreira mítica dos 1.000 milhões de euros, tornando Lisboa a região nacional líder, também neste indicador”.

Vítor Costa não deixa também de sublinhar que a região teve “excelentes crescimentos nos restantes indicadores, sendo de realçar que os índices económicos tiveram um crescimento superior aos quantitativos, o que comprova a excelência do nosso destino”.

No que diz respeito ao Revpar (receita por quarto disponível) cresceu 20,6%, para 72,6 euros, muito superior à média nacional, que se situa em 50,2 euros. Já a taxa de ocupação por quarto na Região de Lisboa foi de 76,5%, também superior à média nacional de 66,7%.

A Região de Lisboa registou 14.324 mil dormidas em 2017 (mais 8,7% que em 2016) e 6.177 mil hóspedes (mais 9,4% que 2016).

 

Ler mais
Relacionadas

Turismo bate recordes, mas salários não acompanham crescimento

O salário médio pago pelas “atividades de alojamento, restauração e similares” ronda os 632 euros, de acordo com dados do INE, referentes ao ano passado, e desde o tempo da crise, em 2011, a subida foi de apenas 45 euros.

Portugal recebeu mais de 20 milhões de turistas em 2017

Para os resultados do turismo em 2017, o mercado interno contribuiu com 15,9 milhões de dormidas e os mercados externos com 41,6 milhões de dormidas,

Novo hotel em Lisboa poderá ter custado 15 milhões de euros

O edifício foi vendido ao grupo hoteleiro espanhol pela CBRE, consultora imobiliária internacional, não tendo sido revelado o valor da operação.
Recomendadas

Banco Atlantico, Montepio, EDP, CGD, Patris, Totta, CCCAM, BPG e BPI multados

Banco de Portugal voltou a atualizar a lista de decisões sobre processos de contraordenação que foram instaurados ao sistema financeiro nos últimos anos.

Passageiros da Mafrense receiam falta de autocarros

Empresas de transportes, como a rodoviária Mafrense, enfrentam falta de motoristas para responder ao aumento de passageiros provocado pelo disparo no pedido de passes sociais, ocorrido a partir desta semana.

Jornal Económico teve melhor desempenho de sempre no primeiro trimestre de 2019

Site do Jornal Económico recebeu 12,5 milhões de visitas entre janeiro e março de 2019, o que representa uma subida de 20% face ao mesmo período do ano passado. Número de utilizadores do site cresceu 30% para cinco milhões e circulação da edição semanal superou pela primeira vez a fasquia dos dez mil exemplares. Obrigado pela sua preferência!
Comentários