Little Portugal: A plataforma para promover a comunidade portuguesa em Londres

Duas jovens portuguesas lançaram um projeto multimédia intitulado “Little Portugal” para promover a comunidade portuguesa em Londres.

Londres, Inglaterra

Recolhendo testemunhos em vídeo que disponibilizam numa página de Internet, o Little Portugal é um projeto lançado no final do ano passado pelas portuguesas Catarina Demony e Ana Có. A equipa inclui uma ‘designer’ portuguesa, um compositor de música romeno e uma operadora de câmara checa.

“O projeto começou para ser uma celebração do que os portugueses estão a fazer aqui em Londres. Há muitas gerações, há todo o tipo de pessoas da comunidade portuguesa a viver em Londres e temos o objetivo de dar a voz a essa comunidade portuguesa”, revelou Ana Có, responsável pelo programa de atividades de uma organização não-governamental em Londres, à agência Lusa.

Formada em Ciências Política, Ana Có considera que existe mais para além do “estereotipo que passa o dia no café português. Há cada vez mais portugueses com qualificações e com cargos importantes que lideram na comunidade inglesa”.

A ideia para o Little Portugal surgiu em conversa com a jornalista Catarina Demony, cuja amizade remonta à vida em Portugal e que reataram durante os estudos universitários em Inglaterra.

As jovens, possuem uma experiência diferente do que é o Portugal contemporâneo e pretendem mostrar um lado mais moderno do país, que, além de profissionais da limpeza, construção ou restauração, também produziu criativos e empreendedores.

As dificuldades iniciais passaram pelo facto de terem de convencer as pessoas da validade do projeto e entretanto, já publicaram nove entrevistas, incluindo de políticos, empresários, ativistas ou profissionais de várias gerações, incluindo um professor inglês que dá aulas de língua inglesa a portugueses.

“Há uma necessidade de, tanto para os britânicos como para os portugueses em Portugal, que a vida de emigrante não é um conto de fadas”, revela Catarina Demony e por isso quer mostrar tanto os casos de sucesso como as histórias de dificuldades.

O projeto – https://littleportugal.org/ – é independente e, garantem as empreendedoras, sobrevive do próprio esforço e financiamento.

O envolvimento dos restantes membros da equipa veio por amizade, o que as obriga a explicar o contexto de algumas entrevistas e comportamento dos portugueses, como os encontros para beber café ou para ver futebol.

Ler mais
Recomendadas

Tem uma startup ou PME de agrofood ou ambiente? DIVA vai apoiar novas soluções

As candidaturas podem ser feitas até 1 de fevereiro de 2019. Podem candidatar-se pequenas e médias empresas, incluindo startups, legalmente constituídas e estabelecidas num dos seis países referidos.

União Europeia tem dois milhões de euros para empreendedores angolanos

O valor doado pela União Europeia servirá para capacitação dos empreendedores angolanos que estão ligados ao processo de exportação de produtos não petrolíferos para o bloco económico europeu.

Farfetch compra retalhista de calçado Stadium Goods por 220 milhões de euros

A empresa de e-commerce de moda de luxo refere que a Stadium Goods é adquirida na totalidade mas garante que esta retalhista norte-americana continuará a ser gerida pela equipa fundadora, beneficiando da tecnologia, logística, oferta, marca e marketing da Farfetch.
Comentários