Lucros da indústria chinesa caem 12,8% nos seis primeiros meses do ano

Entre os setores mais afetados estão as indústrias de processamento de petróleo, carvão e outros combustíveis (-124,1%), a indústria de extração de petróleo e gás (-72,6%) ou as indústrias de reparo de máquinas e equipamentos (-53,7%).

Os lucros das principais empresas industriais da China caíram 12,8%, no primeiro semestre de 2020, refletindo o impacto da pandemia do novo coronavírus, informou hoje o Gabinete Nacional de Estatísticas (GNE) chinês.

Segundo o GNE, os lucros no período entre janeiro e junho fixaram-se em 2,51 biliões de yuan (306.767 milhões de euros).

A queda nos lucros da indústria na China agravou-se, depois de ter recuado 6,3%, em dezembro, antes do início do surto do novo coronavírus. Em 2019, comparativamente ao ano anterior, os lucros da indústria chinesa desceram 3,3%, na sequência de uma prolongada guerra comercial com os Estados Unidos.

Para este indicador, as estatísticas chinesas consideraram apenas empresas industriais com receitas anuais superiores a 20 milhões de yuan (2,5 milhões de euros).

Entre os 41 setores analisados pelas estatísticas, 31 sofreram uma redução nos lucros, entre os meses de janeiro e junho, enquanto nove aumentaram os ganhos e um permaneceu inalterado.

Entre os setores mais afetados estão as indústrias de processamento de petróleo, carvão e outros combustíveis (-124,1%), a indústria de extração de petróleo e gás (-72,6%) ou as indústrias de reparo de máquinas e equipamentos (-53,7%).

No extremo oposto, as empresas dos setores fabrico de equipamentos eletrónicos, de comunicações e informática (27,2%), tabaco (24,2%) ou na indústria agrícola e de processamento de alimentos (14,8) registaram um aumento dos lucros, em termos homólogos.

O estatístico do GNE Zhu Hong observou que “a situação continuou a melhorar” na China, ao longo dos últimos meses, com a “implementação gradual de medidas preventivas”, enquanto a atividade industrial foi gradualmente retomada.

O especialista observou que, no segundo trimestre, os lucros industriais das empresas chinesas foram “do declínio ao crescimento” e observou que a “taxa de crescimento acelerou de mês para mês”.

As medidas de prevenção adotadas pelas autoridades chinesas a partir do final de janeiro incluíram restrições à movimentação de centenas de milhões de pessoas ou o encerramento forçado de estabelecimentos.

A economia chinesa, a segunda maior do mundo, contraiu 6,8%, em termos homólogos, no primeiro trimestre do ano, após ter praticamente paralisado durante quase dois meses.

Ler mais
Recomendadas

Banco HSBC permitiu transferência fraudulenta de milhões

O banco britânico permitiu que fossem transferidos milhões de dólares para todo o mundo de forma fraudulenta, mesmo depois de ter tomado conhecimento do que se passava.

Justiça angolana manda encerrar todos os templos da IURD em Angola

A justiça angolana ordenou o encerramento e apreensão de todos os templos da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) em Angola, estando o processo de selagem a ser feito “de forma gradual”.

Novo ataque contra autocarros faz dois mortos no centro de Moçambique

Um ataque armado contra uma coluna de quatro autocarros de passageiros escoltados pela polícia no centro de Moçambique provocou dois mortos e oito feridos
Comentários