“Má notícia”. Portugal vai receber menos 400 mil doses da Janssen em agosto do que o previsto (com áudio)

Apesar desta quebra, o o vice-almirante voltou a reiterar que a ‘task force’ tem a expectativa de ter vacinadas 70% da população com uma primeira dose, entre 8 a 15 de agosto, e vacinada com as duas doses acima de 70% da população, entre 5 e 12 de setembro.

Manuel de Almeida/Lusa

O coordenador do plano de vacinação contra a Covid-19 anunciou “uma má notícia” de que Portugal vai receber menos 400 mil doses da vacina da Janssen em agosto como estavam previsto. Segundo o vice almirante, Portugal tinha garantidas 600 mil vacinas de toma única da Johnson & Johnson, mas que só irá receber 200 mil.

“O Ministério da Saúde tem estado a tentar compensar estas quebras com aquisições através de parceiros que não estejam a usar vacinas da Janssen ou antecipar vacinas para o quarto trimestre”, referiu Henrique Gouveia e Melo, esta sexta-feira, durante uma audição na Comissão Eventual para o acompanhamento da aplicação das medidas de resposta à pandemia da doença Covid-19 e do processo de recuperação económica e social, no Parlamento.

Chegaram menos 540 mil vacinas da Janssen em julho face ao que estava calendarizado

Apesar desta quebra, o responsável voltou a reiterar: “temos a expectativa de ter vacinadas 70% da população com uma primeira dose, entre 8 a 15 de agosto, e vacinada com as duas doses acima de 70%, entre 5 e 12 de setembro”, acrescentando, que entre 85 e 90% da população estará completamente vacinada no final desse mês.

Durante a sua breve intervenção inicial, Henrique Gouveia e Melo adiantou que em território nacional até 65% da população tem a primeira dose da vacina e entre 49 a 50% da população já tem a vacinação completa e que, nas últimas duas semanas, assistiu-se a um esforço para completar o quadro de vacinação para os utentes que receberam a dose da AstraZeneca.

“Foram mais de um milhão [inoculações]. Deste um milhão, ainda faltam segunda doses porque ainda não fez o tempo, mas as segundas doses adiantadas foram 550 mil”, referiu, fazendo referência à nova diretiva da Direção-Geral de Saúde (DGS) que sugeriu que o prazo de vazinação fosse reduzido de 12 semanas para 8 semanas.

Neste momento, Portugal tem a capacidade de fazer 95 mil inoculações por dia, sendo que nas últimas duas semanas, foram administradas mais de 1,7 milhões de pessoas.

Recomendadas

Sondagem aponta que Rui Moreira pode renovar a maioria absoluta no Porto

Rui Moreira reúne 45% das intenções de voto, com o PS a recuar 11 pontos face aos resultados obtidos em 2017.

Madeira tem mais cinco casos positivos e 16 recuperados de Covid-19

A Madeira tem 94 casos ativos de coronavírus, 24 são importados e 70 de transmissão local.

Pedro Calado quer aproveitar PRR para a construção de habitação no Funchal

O candidato do PSD/CDS-PP considera que é preciso também criar eventos no Funchal que incentivem os comerciantes a abrir as portas ao fim-de-semana.
Comentários