Madeira: 22 milhões de euros do PRR vão para o ensino

O governante destacou que a Região quer também investir em mais salas do futuro. Neste momento a Região tem oito salas do futuro, mas o objetivo delineado  pelo governante é que cada escola secundária tenha uma.

A Madeira deverá gastar cerca de 22 milhões de euros dos 832,2 milhões que está estimado receber das verbas do PRR  no ensino, sobretudo na modernização e inovação educativa, disse esta quarta-feira, 15 de setembro, o Presidente do Governo Regional da Madeira.

Miguel Albuquerque detalhou que a Região deverá investir 8,6 milhões de euros no alargamento dos manuais digitais até ao 11º ano, o que está previsto acontecer no ano letivo de 2023/2024.

Outra área, onde está previsto investir 4,1 milhões de euros é “para o reforço da componente das matemáticas,  engenharias, eletrónicas, da computação, da programação e da robótica. “São áreas que nós queremos reforçar no processo de aprendizagem das nossas escolas.

O governante destacou que a Região quer também investir em mais salas do futuro. Neste momento a Região tem oito salas do futuro, mas o objetivo delineado  pelo governante é que cada escola secundária tenha uma.

“Entendemos que a inovação e sobretudo as tecnologias são decisivas e fundamentais para a formação dos nossos jovens e para o futuro do mundo e das economias”, referiu.

Depois, haverá também à volta de 3,9 milhões de euros para aplicar na formação dos docentes.

“Acho que vai ser um dinheiro muito bem aplicado e que será decisivo para continuarmos a melhorar os nossos rankings na educação”, concluiu.

Recomendadas

Madeira tem mais 14 casos positivos e dez recuperados de Covid-19

Dos novos casos positivos há um caso importado e com proveniência do Reino Unido, e 13 foram de transmissão local.

Hoje é o Dia Mundial do Turismo. Desenvolvimento sustentável do sector é objetivo em 2021

Para o consumidor a comemoração deste Dia é, também, importante. Todo o cidadão tem direito ao descanso e lazer. Gozar relaxada e seguramente as férias ou o tempo de lazer é o desejo de todos os consumidores que, nesse sentido, devem zelar pelo cumprimento dos seus direitos.

Madeira: Rita Andrade volta ao Executivo regional para assumir pasta da Inclusão Social e Cidadania

Rita Andrade tinha deixado o Executivo regional depois das últimas eleições regionais e estava neste momento a presidir o Instituto de Administração da Saúde.
Comentários