PremiumMadeira aplica 20 milhões de euros no apoio a produções locais

Manutenção das verbas do programa comunitário POSEI, conjugadas com o Orçamento Regional, reverteram para as fileiras agropecuárias da região, mas também para a comercialização e produção de vinho, banana e cana-de-açúcar.

Depois de vários alertas, quer do Governo Regional, quer das eurodeputadas madeirenses Cláudia Monteiro de Aguiar (PSD) e Sara Cerdas (PS), para a importância de manter as verbas do programa comunitário POSEI, e para os efeitos devastadores que uma redução deste apoio provocaria na agricultura das regiões ultraperiféricas, a Comissão Europeia decidiu não realizar quaisquer cortes.

O POSEI – que é a sigla em francês de Programa de Opções Específicas para fazer face ao Afastamento e à Insularidade – tem-se revelado de grande importância para a agricultura e pecuária madeirenses. De acordo com os dados fornecidos pela Secretaria Regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural, somando as verbas do POSEI e o Orçamento Regional, entre 2020 e 2021, em termos de apoio às produções locais, existiu um reforço, de 20,1 para 20,8 milhões de euros.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor. Edição do Económico Madeira de 8 de janeiro de 2021.

Recomendadas

PremiumEconomia regional começa a ver luz ao fundo do túnel

Governantes madeirenses contam com retoma no segundo semestre deste ano, e desaceleração da quebra do indicador regional de atividade económica justifica algum otimismo. No entanto, o impacto da crise no sector do turismo pode complicar as contas.

PremiumFiat 500 X Sport. O pequeno ‘crossover’ que é um grande carro

Com uma notável eficácia a nível de motorização, uma aerodinâmica pouco comum e uma estabilidade ímpar para um pequeno crossover de cinco portas, o Fiat 500 X Sport conta com fãs incondicionais.

PremiumFragmentado tinto e branco: Fragmentos graníticos do Cima-Corgo

A ideia foi “criar um topo de gama que melhor refletisse a concentração das nossas vinhas centenárias” – é assim que o enólogo Luís Leocádio sintetiza a motivação para produzir e lançar no mercado nacional os vinhos Fragmentado, da produtora Titan of Douro.
Comentários