Madeira: Bloco de Esquerda apenas concorre ao concelho do Funchal inserido na Coligação Confiança nas eleições autárquicas

Dina Letra destacou que apesar do “curtíssimo espaço de tempo que tivemos para concluir todo um processo que leva meses de preparação e em que nada estava feito, a Comissão Política Regional, eleita há dois meses, envidou todos os esforços para tentar cumprir este objetivo”.

O Bloco de Esquerda Madeira vai concorrer nestas eleições autárquicas apenas ao concelho do Funchal inserido na Coligação Confiança, encabeçada pelo atual Presidente da Câmara, Miguel Silva Gouveia.

Em nota enviada à imprensa, na passada segunda-feira à noite, 2 de agosto, a coordenadora regional do Bloco refere que “apesar da disponibilidade manifestada por alguns aderentes e simpatizantes, não foi possível constituir e apresentar listas em outros concelhos da Região que cumprissem com todos os requisitos legalmente estabelecidos pela Lei Eleitoral”.

Dina Letra destacou que apesar do “curtíssimo espaço de tempo que tivemos para concluir todo um processo que leva meses de preparação e em que nada estava feito, a Comissão Política Regional, eleita há dois meses, envidou todos os esforços para tentar cumprir este objetivo”.

A coordenadora diz ainda que o partido focou o seu trabalho em alguns concelhos do sul, mas que cedo se depararam com constrangimentos vários, quer a nível interno, como externo, que obrigaram a procurar soluções alternativas.

“A Comissão Política Regional do Bloco de Esquerda-Madeira agradece a todas e a todos os que, de diversas formas, deram o seu contributo durante todo este processo, que foi difícil, mas está convicta que com o empenho de todas e de todos os que se revêem nesta alternativa política vamos (re)construir caminho”, realça por fim.

Relacionadas

PremiumBloquistas preparam autárquicas de olhos postos na Assembleia Legislativa da Madeira

Partido ainda só confirmou a presença no concelho do Funchal, integrando a coligação Confiança, onde a nova coordenadora regional é atualmente vereadora. “Vamos procurar ir no máximo de concelhos que nos for possível”, garante Dina Letra.
Recomendadas

Funchal: Coligação Confiança garante construção de 202 novas habitações sociais

O cabeça de lista da Coligação Confiança referiu que gostaria que o Funchal também tivesse acesso às verbas do Plano de Recuperação e Resiliência, destinadas à construção de habitação social.

Madeira: PSD apresenta proposta na AR para alterar Estatuto dos Benefícios Fiscais para alargar admissibilidade de novas entidades no CINM até 2023

De acordo com este Estatuto as entidades licenciadas para operar na Zona Franca da Madeira são tributadas em IRC à taxa de 5%.

Saiba qual a ligação entre o pré-aviso e a prática comercial desleal dos Serviços Públicos Essenciais

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) afirma que nada inibe os comercializadores de enviarem aos seus clientes os respetivos pré-avisos, desde que seja respeitado o disposto na lei e em regulamento, designadamente a data a partir da qual pode ocorrer a interrupção.
Comentários