Madeira: CDS diz que aposta na agricultura biológica vai continuar após reunir com Secretário da Agricultura

O objetivo da reunião era conhecer as propostas desta Secretaria para o próximo Orçamento Regional. Neste sentido, o centrista destaca que o Governo Regional vai procurar também implementar algumas medidas defendidas pelo CDS, nomeadamente o consumo dos produtos regionais nas cantinas das escolas, dos lares e de outras cantinas públicas.

O Grupo Parlamentar do CDS reuniu esta terça-feira, 19 de outubro, com o Secretário Regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural. O  líder parlamentar do CDS, António Lopes da Fonseca,  referiu que a aposta na agricultura biológica vai continuar, garantia dada pelo tutelar da pasta da Agricultura.

“Foi com agrado que recebemos a informação, por parte do Secretário, que a aposta na agricultura biológica seria para continuar. Aliás, as verbas previstas no próximo orçamento deverão, no mínimo, manter-se ou até incrementar, é uma das garantias que nos foi transmitida hoje”, salientou António Lopes da Fonseca.

O objetivo da reunião era conhecer as propostas desta Secretaria para o próximo Orçamento Regional. Neste sentido, o centrista destaca que o Governo Regional vai procurar também implementar algumas medidas defendidas pelo CDS, nomeadamente o consumo dos produtos regionais nas cantinas das escolas, dos lares e de outras cantinas públicas.

“Esta é uma medida que está a ser estudada e que deverá ser implementada já no próximo ano”, realça.

“Nesta reunião, foi-nos transmitido que, mais uma vez, os produtores de vinho viram salvaguardadas as suas produções porque o Governo assumiu a compra de todos os excedentes das uvas, tal como aconteceu em anos anteriores, não havendo prejuízo para os produtores”, sublinha.

No âmbito dos projetos do PIDDAR, o Secretário frisou que, no ano 2022, a Secretaria Regional prevê fazer “grandes melhorias nas infraestruturas dos mercadores que existem na Região, em particular no Mercado Abastecedor do Funchal que poderá, num futuro próximo, contar com uma nova infraestrutura que vai ao encontro dos desígnios que os próprios agricultores e produtores pretendem, de criar melhorias naquela infraestrutura que existe em São Martinho”, disse o centrista.

“Esta é mais uma boa notícia para os agricultores e produtores, bem como para todo o mundo rural. Esta possibilidade de haver uma nova infraestrutura no Mercado Abastecedor do Funchal, com melhores condições quer para a recolha dos produtos, quer para a venda dos mesmos, só irá beneficiar toda a população e em particular os produtores agrícolas”, destacou, por fim.

Recomendadas

Equipamentos de aquecimento mais eficientes: quais os benefícios?

Referimo-nos a benefícios adicionais como o conforto térmico, a qualidade do ar, a redução do impacte ambiental ou a valorização do imóvel, cuja não consideração pode levar a que se subestime o real valor de melhorar o seu sistema de aquecimento.

Açores tem primeira loja Pingo Doce a partir de quarta-feira

A nova loja, que conta com uma equipa de 31 colaboradores, inclui um espaço de take away com comida fresca confecionada diariamente, uma área de café e bolos, venda de medicamentos não sujeitos a receita médica, além das tradicionais seções de talho, peixaria, frutas e legumes e padaria e pastelaria.     

Madeira: Governo Regional vai investir 136 milhões de euros na habitação a custos controlados

O CDS considera o investimento na habitação por parte do Executivo madeirense como uma medida crucial para responder à “dificuldade” das famílias e sobretudo dos casais mais jovens, em encontrar habitação quando os preços do mercado e as rendas são “muito elevados” atualmente.
Comentários