Madeira dispensa testes a vacinados e recuperados de covid-19

Ficam dispensados de teste ao coronavírus turistas vacinados e recuperados de covid-19 (com comprovativo até 90 dias de validade). Os comprovativos de vacinação e de recuperação devem ser submetidos na aplicação madeirasafe.com.

Teste Coronavírus | Getty Images

A Madeira alargou o seu corredor verde para vacinados e recuperados de covid-19. Para isso é necessário apresentar um comprovativo do certificado de vacinação ou do comprovativo de recuperado até 90 dias de validade, permitindo elegibilidade de entrada direta sem necessidade de testagem.

“O corredor verde já existia no aeroporto da Madeira para quem chegava com teste negativo. Passa agora a receber também turistas vacinados e recuperados da covid-19 (com comprovativo até 90 dias de validade) que queiram desfrutar da região. Para tal, têm de apresentar os devidos certificados que atestam as suas novas condições. A decisão representa um voto de confiança na nova fase que o mundo está a viver, para além de incentivar as visitas à ilha e ser um estímulo à atividade económica, enquanto se mantém o destino seguro”, explica um comunicado da Associação de Promoção da Madeira.

Os comprovativos de vacinação e de recuperação devem ser submetidas na aplicação madeirasafe.com antes da realização da viagem, em língua Inglesa para estrangeiros.

“O passaporte ou certificado de vacinação tem de ser validado pelo respetivo país de origem e fazer constar nome, data de nascimento, número de saúde, tipo e data do teste, tipo de vacina, data das duas tomas realizadas e o respeito pelo período de imunização de acordo com a bula de cada vacina”, explica.

Os recuperados de covid-19 têm de apresentar um documento válido por 90 dias, que comprove essa mesma recuperação. Esse documento deve ter especificado o tipo de teste, a data da sua realização e a palavra “recuperado”.

“Se o documento apresentado indicar que o turista recuperou há mais de 90 dias, o seu portador fica sujeito às condições normais, de novo teste e confinamento obrigatório enquanto aguarda o resultado do mesmo. De referir que, os testes realizados no aeroporto e nas clínicas protocoladas no continente, continuam a ser gratuitos”, refere.

Ler mais
Recomendadas

Testes rápidos esgotam na Alemanha no primeiro dia em que foram postos à venda

O ‘website’ do Lidl bloqueou, após terem sido colocados à venda os primeiros ‘kits’ destes testes que podem ser realizados em casa, enquanto na concorrente Aldi foi registada uma grande afluência de pessoas e os testes esgotaram em poucas horas.

Portugal volta a superar os mil casos diários de Covid-19

A DGS regista este sábado mais 26 mortes e 1.007 casos confirmados da doença causada pelo novo coronavírus. O número de pessoas internadas, tanto em enfermaria como em unidades de cuidados intensivos, voltou a cair. No entanto, a Madeira registou mais 288 infeções.

Madeira recebeu mais 8.500 vacinas

Mais 8.500 vacinas contra a Covid-19 chegaram na sexta-feira à Madeira, anunciou este sábado a Força Aérea Portuguesa, que assegurou o transporte.
Comentários