Madeira: Miguel Albuquerque quer apresentar constituição do Governo na segunda-feira ao Representante da República

Sem adiantar qualquer nome ou informação referente à orgânica do próximo Executivo, o líder dos social-democratas garantiu que todas as informações vão apresentadas, de uma só vez, a todos os órgãos de comunicação social.

Miguel Albuquerque assumiu a intenção, após a sua nomeação como presidente do XIII Governo Regional da Madeira pelo Representante da República na Madeira, Ireneu Barreto, de constituir Governo ainda esta semana e de apresentar a Ireneu Barreto na próxima segunda-feira.

“Temos um quadro político de grande estabilidade, tranquilidade e previsibilidade para os próximos quatro anos e esse quadro político garante a necessária estabilidade parlamentar e uma interação entre os dois partidos para a constituição de um Governo ao serviço de todos os Madeirenses e Porto-Santenses”, assegurou o Presidente do PSD-Madeira.

Sem adiantar qualquer nome ou informação referente à orgânica do próximo Executivo, o líder dos social-democratas garantiu que todas as informações vão apresentadas, de uma só vez, a todos os órgãos de comunicação social.

Recomendadas

PS Madeira anuncia entendimento para região se endividar até 500 milhões de euros

O deputado do PS na Assembleia da Madeira, Paulo Cafôfo, diz que esta medida é o resultado das “diligências” do PS/Madeira junto ao Governo da República, “sem gritaria, nem confronto permanente”.

PS critica Governo da Madeira por não ter estratégia para valorizar produção primária local

Os socialistas madeirenses dizem que o Decreto Legislativo Regional, aprovado pela Assembleia da Madeira, não salvaguarda requisitos que garantam “a autenticidade dos produtos e que valorizem quer a produção regional, quer os agricultores e produtores de sidra e vinagre de sidra da Madeira”.

Albuquerque diz que seria incompreensível se Assembleia da República não aprovasse propostas da Madeira para fazer face à pandemia

Em causa está o adiamento de duas prestações referentes do empréstimo concedido pelo Governo Nacional à Madeira, e ainda uma autorização para que a Madeira faça uma operação de endividamento no valor de 300 milhões de euros.
Comentários