Madeira: Polícia alerta que vai atuar para fazer cumprir obrigatoriedade do uso da máscara

Informam ainda que consideram o uso de ‘máscara comunitária’ o uso de máscaras ou viseira.

A Polícia de Segurança Pública da Madeira alerta que vai atuar para fazer cumprir a obrigatoriedade do uso da máscara nos espaços públicos.

“A recusa do cumprimento das obrigações que forem estabelecidas nas declarações das situações de alerta, contingência ou calamidade correspondem ao crime de desobediência”, reforça a PSP, em nota enviada à imprensa.

A PSP refere que vai continuar a privilegiar uma atuação pedagógica e sensibilizadora e que neste âmbito vai incidir a sua ação policial em especial sobre grupos de pessoas que não pertencendo ao mesmo agregado familiar se encontrem na via pública sem máscara ou viseira.

“No entanto, alerta-se que a Polícia de Segurança Pública não deixará de atuar nos termos da lei penal, nas situações de desobediência ou resistência às ordens legítimas que forem determinadas pelos seus agentes de autoridade para garantir o cumprimento desta e das demais obrigações legais relativas à situação epidemiológica da Covid-19”, lê-se.

Informam ainda que consideram o uso de ‘máscara comunitária’ o uso de máscaras ou viseira.

Recomendadas

Conheça as regras para viajar com menores

Se os pais do menor estiverem divorciados ou separados judicialmente, a autorização para a saída do país tem de ser prestada pelo progenitor a quem o menor foi confiado e/ou com quem reside.

BPI patrocina 61.ª edição do Rali Vinho da Madeira

O RVM 2020 conta com o Troféu BPI que atribui um prémio monetário aos três pilotos mais rápidos inscritos neste troféu.

Covid-19: Governo dos Açores diz que quadro legal “precisa de ser aperfeiçoado”

O presidente dos Açores reagia a uma decisão do Tribunal Constitucional (TC) que decidiu que as autoridades açorianas violaram a constituição ao impor a quem chegasse à região uma quarentena obrigatória de 14 dias por causa da pandemia de covid-19.
Comentários