Madeira: PS diz que Orçamento Regional é pouco ambicioso em matéria fiscal

O PS refere que existe “pouca ambição” na redução das taxas de IRS e que a descida no IRC “não é suficiente” para alavancar a atividade empresarial da Região ou para atrair novas empresas.

O PS considera que o Orçamento Regional é pouco ambicioso em matéria fiscal, após ter mantido uma reunião com a Câmara de Comércio e Indústria da Madeira (ACIF).

“Em matéria fiscal desde logo com reduzido impacto no consumo, pela pouca ambição que demonstra em termos de redução das taxas de IRS, impossibilitando que as pessoas tenham rendimento disponível e de forma a incentivar mais consumo privado. Por outro lado, relativamente às empresas a redução que existe em matéria de IRC não é suficiente para alavancar a atividade empresarial da Região ou para atrair novas empresas”, defendeu Sérgio Gonçalves, deputado do PS Madeira.

O socialista referiu que é preciso existir um diferencial fiscal superior em termos de IRC na taxa normal, na Madeira, que se encontra nos 20% face aos 21% do território nacional.

Sérgio Gonçalves disse ainda que a instabilidade em volta da Zona Franca não têm sido benéficas, acrescentando que é preciso resolver a situação em volta da Associação de Promoção da Madeira.

Recomendadas

APRAM recebe 4,3 milhões de euros de indemnização compensatória

A verba serve para compensar a APRAM pelas “atividades de interesse público que lhe estão confiadas” pela região, e dizem respeito a 2020.

França inicia operação de encerramento de central nuclear

França encerrou a central nuclear de Fessenhein.

Câmara do Funchal reconhece trabalho de guias turísticos do Funchal

“É graças a vós que a difusão da nossa História e Cultura, das nossas tradições e da nossa maneira de estar é exaltada, e que aqueles que nos visitam levam um pouco do Funchal pelo mundo fora”, salientou.
Comentários