Madeira recebe reunião de presidentes das assembleias da Macaronésia em 2020

Esta foi uma das decisões tomadas no âmbito das Jornadas Atlânticas, que se estão a realizar em Cabo Verde, onde a Madeira possui uma delegação.

A Madeira vai receber a reunião dos presidentes das assembleias dos parlamentos da Macaronésia e ainda a reunião do grupo de ligação, em início de 2020. Esta foi uma das decisões tomadas no âmbito da Jornadas Atlânticas que se estão a realizar em Cabo Verde, que têm o intuito de potenciar sinergias para o desenvolvimento das Regiões Ultraperiféricas.

Na reunião das Jornadas Atlânticas, que reúnem os parlamentos da Madeira, Açores, Canárias e Cabo Verde, chegou-se a um consenso sobre temas como: a sustentabilidade económica e social, em áreas como a economia azul, a economia circular, a mobilidade no espaço da Macaronésia ou a correção de desigualdades sociais.

Foi ainda manifestada preocupação com a sustentabilidade ambiental e biodiversidade, e um alerta para a necessidade de se promover iniciativas que conduzam a resultados na área da proteção ambiental, com particular destaque para a eliminação do plástico na Macaronésia.

No âmbito das jornadas Tranquada Gomes, presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, salientou a importância destas jornadas atlânticas para a “afirmação da posição geoestratégica das regiões da Macaronésia e da sua singularidade”, sem prejudicar “a identidade própria” de cada uma das regiões

A reunião decidiu ainda que a X edição destas Jornadas atlânticas terá lugar em Cabo Verde, a 13 e 14 de
julho de 2020.

Relacionadas

Arquipélagos da Macaronésia vão avançar com campanha “plástico zero”

Cabo Verde, Açores, Canárias e Madeira, que formam a região da Macaronésia, já estão a trabalhar na legislação assim como os respetivos institutos e centros de investigação para se atingir os objetivos pretendidos.
Recomendadas

Economia cabo-verdiana deverá continuar a crescer nos próximos quatro anos

FMI mostrou-se também satisfeito com a privatização da transportadora área Cabo Verde Airlines. No entanto salientou que Governo deve continuar a resolver “obstáculos” que impeçam a promoção do sector privado e a promover a arrecadação de mais impostos e redução das despesas públicas.

IEFP anuncia maior programa de estágios profissionais em Cabo Verde

Trata-se de um programa que visa uma melhor inserção dos jovens recém-formados no mercado de trabalho, segundo este responsável, que explicou que este instrumento define os subsídios de estágio para jovens com licenciatura e com formação profissional.

Governo de Cabo Verde quer Santo Antão como “ilha pioneira” no turismo responsável

O executivo cabo-verdiano já prometeu, através do Fundo do Turismo, disponibilizar, nos próximos três anos, “recursos substanciais” para investimentos no turismo em Santo Antão.
Comentários