PremiumMadeira reivindica 170 milhões de euros para apoio a empresas

Ideia da Câmara do Comércio e Indústria da Madeira está integrada nas propostas de alteração ao Programa de Recuperação e Resiliência, que foi apresentado pelo Governo da República.

O Plano de Recuperação de Resiliência (PRR) entrou em discussão pública entre 15 de fevereiro e 1 de março de 2021. A Câmara do Comércio e Indústria da Madeira (ACIF) e a vice-presidência do executivo Madeirense foram algumas das entidades da Região Autónoma da Madeira que entregaram propostas de alteração ao documento apresentado pelo Executivo nacional, sendo diversas medidas destinadas às empresas, no valor de 170 milhões de euros, e apoios para a operação portuária algumas das propostas avançadas.

A ACIF defende um novo rumo de modo a recuperar a economia da região, reforçando que essa mudança é essencial para fazer face aos efeitos da pandemia da Covid-19. Entre os impactos negativos é destacada a perda de 26% de riqueza na Madeira, levando a que o produto interno bruto da região voltasse aos valores verificados em 2005, com um decréscimo na economia de 1,4 mil milhões de euros, e um aumento da dívida.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor. Edição do Económico Madeira de 01 de abril.

Recomendadas

PremiumMercado imobiliário manteve-se estável na região

Entre as zonas que despertam mais interesse destacam-se Câmara de Lobos e Calheta, e nas mais acessíveis estão São Vicente e Santana.

PremiumMão de obra migrante é chave no agroalimentar

Trabalhadores estrangeiros são cruciais para o sector e são necessárias políticas de integração mais eficazes, defendem especialistas.

PremiumO paradoxo dos países que ficam mais ricos

A agricultura tem desafio de captar e reter trabalhadores, mas também de os proteger.
Comentários