Madeira: setor agroalimentar produz 514,6 milhões de euros

O setor empregava mais de 22 mil pessoas, representando cerca de 18,3% da economia total.

Os dados são da Direção Regional de Estatística da Madeira (DREM) e dizem que a produção do setor agroalimentar representou 8,2% da produção total da economia madeirense. No total gerou 514,6 milhões de euros.

Este setor contribuiu 6,8% para o VAB (Valor Acrescentado Bruto), o que corresponde a um contributo de 263,6 milhões de euros.

O comércio e as atividades de embalagem concentram metade do VAB do setor agroalimentar, com 3,4% do VAB total, gerando 131,3 milhões.

A agricultura, produção animal, caça, floresta e pesca geraram 80,8 milhões, com 2,1% do VAB. As indústrias alimentares foram responsáveis por 0,9% do VAB, com uma receita de 33,2 milhões de euros, e as indústrias das bebidas e da captação, tratamento e distribuição de água concentrou 0,5% do VAB, gerando 18,3 milhões.

Quanto ao emprego, em 2016 o setor empregava mais de 22 mil pessoas, representando cerca de 18,3% da economia total.

No setor, 55,8% dos postos de trabalho pertenciam à agricultura, produção animal, caça, floresta e pesca, 23,7% ao comércio e atividades de embalagem, 15,2% às indústrias alimentares e 5,3% à indústria das bebidas e da captação, tratamento e distribuição de água.

Ler mais
Recomendadas

Saiba quais são as alternativas ao uso da caderneta bancária

Tem caderneta bancária? Se é utilizador de caderneta bancária, desde 14 de setembro, que deixou de poder fazer levantamentos e transferências. A utilização da caderneta está limitada à consulta de movimentos e saldo bancário. Informamos os consumidores sobre como fazer levantamentos ou transferências? Como alternativa, pelo menos, para já, os consumidores terão de fazer os […]

Cafôfo afirma que mudança na Madeira só é possível com o PS

O candidato socialista refere que a opção nas eleições regionais é entre o PS e “aqueles que sempre mandaram e que fomentaram a política do quero, mando, posso”.

Barreto diz que eleições na Madeira são momento crítico e que existem partidos que não estão prontos para governar

O cabeça-de-lista do CDS-PP diz que vai respeitar os resultados eleitorais de domingo e que vai saber ler aquilo que o povo falar.
Comentários