Madeira: taxa de desemprego nos 6,9%

A taxa de desemprego em território nacional, no terceiro trimestre, foi de 6,1%.

A taxa de desemprego ficou fixada em 6,9%, na Madeira, no terceiro trimestre, mantendo o mesmo valor do trimestre anterior, mas descendo 2% face ao período homólogo, diz a Direcção Regional de Estatística (DREM).

A região possui 9,7 mil pessoas em situação de desemprego, um aumento de 0,2 mil face ao mês anterior, mas uma descia de 2,5 mil face ao período homólogo, refere a DREM.

A procura de novo emprego abrangia 8 mil pessoas.

No terceiro trimestre estavam empregadas na Madeira 130 mil pessoas, a população ativa fixou-se nos 139 mil, e a população total era de 252 mil. A população inactiva era de 113 mil.

A taxa de atividade das pessoas em idade ativa ficou nos 63% no terceiro trimestre na Madeira.

Em território nacional a taxa de de desemprego foi de 6,1%.

Ler mais
Relacionadas

Taxa de desemprego continua a diminuir e fixa-se em 6,1% no terceiro trimestre

A taxa de desemprego no terceiro trimestre foi superior à média portuguesa em cinco regiões do país: Região Autónoma dos Açores, Alentejo, Região Autónoma da Madeira, Norte e na Área Metropolitana de Lisboa.

Vítor Bento: “Aumento do salário mínimo não é necessariamente uma má medida”

Economista Vítor Bento escusou-se a tecer comentários sobre os valores em negociação entre o governo e os parceiros sociais sobre o aumento do salário mínimo, mas frisou que em períodos que o desemprego esteja muito baixo, este “pode ser um instrumento de estímulo da reestruturação de empresas”.
Recomendadas

Como deve atuar em caso de perda ou de roubo do telemóvel

Primeiramente, tente localizar o dispositivo. Deve entrar em contacto com o seu número de telefone, caso alguém o tenha encontrado e pretenda devolver.

PS reivindica aumento substancial de salário médio na Madeira e crescimento económico sustentável

O PS quer também um aumento no salário mínimo, na ordem dos 5% em linha com o que se pratica nos Açores. O aumento substancial do salário médio, uma carga fiscal mais baixa, e benefícios fiscais efetivos, e a redução do IVA, são outras reivindicações dos socialistas na economia.

JPP reivindica aumento do apoio dado aos agricultores da banana

O JPP alertou ainda para a perda de agricultores que se tem verificado na Madeira. O executivo madeirense salientou que tem existido aumento no apoio dado aos agricultores da banana, e que a banana tem também sido valorização através da sua classificação.
Comentários